21
Jan 07
Apanhados

publicado por José Manuel Faria às 14:44

A passagem de poderes "provisória" anunciada em Cuba em Julho de 2006 tem todas as hipóteses de durar. A era pós Fidel Castro já começou. Mesmo que Raul Castro, irmão do fundador do regime revolucionário, seja designado como garante da continuidade institucional, uma verdadeira substituição de gerações é inevitável a curto prazo. Face às graves dificuldades do desenvolvimento económico, face às desigualdades e à corrupção, face enfim à ameaça sempre real de uma ingerência norte-americana, a futura direcção terá dificuldade em demonstrar a sua legitimidade. O carisma paternalista do líder histórico já não é moda. Mas como será possível inventar um paradigma institucional mais democrático conservando o que resta das conquistas sociais?

publicado por José Manuel Faria às 13:46

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





comentários recentes
Ferro Rodrigues reagiu assim como toda a sociedade...
E o que o leva a tirar semelhante conclusão...O po...
O Tiago Mota Saraiva , anda zangado com o seu part...
Não, muito menos, porque feito com cabeça, tronco ...
-Festas que se repetiram, só que com muito mais qu...
Festas? Que festas? Repara bem: Festas de Vizela, ...
Sr. Alberto li a entrevista e continuo sem ver pl...
Reunião de Câmara-Victor Hugo Salgado avançou que ...
Muito bem dito Srº Alberto Pinto.
No jornal???? ora ora no jornal qualquer um escrev...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO