02
Fev 07

Intervenções de Miguel Portas e de Ana Drago 

publicado por José Manuel Faria às 19:57

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) não concorda com a introdução de portagens nas cidades, considerando que se trata de uma medida avulsa que prejudicaria os cidadãos com menos posses.

A ANMP apela ao Governo para desbloquear rapidamente os planos de Mobilidade Sustentável, numa carta enviada quinta-feira ao ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e de Desenvolvimento Regional, Francisco Nunes Correia.

No documento, a que a Agência Lusa teve hoje acesso, a ANMP diz que "não pode aceitar que um projecto lançado em Fevereiro de 2006, com um apertado calendário de execução de imediato aceite pelos municípios e rigorosamente cumprido por eles, esteja parado".

O objectivo do projecto é traçar planos de suporte a políticas de redução da necessidade de utilização do automóvel, promoção do transporte alternativo "acessível a todos", incremento do uso de veículos menos poluentes, criação de parques periféricos e penalização do uso do carro, para reduzir o impacto dos transportes sobre o ambiente e a saúde pública.

Eu sou a favor do projecto do governo - portagens á entrada das grandes cidades.

publicado por José Manuel Faria às 18:23

Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Realmente????????Vejam se concordam:Tal como aos d...
agora é o Abrunhosa com a banda, é o toy, é a luis...
Que bem que o presidente da ACIV está nas fotos do...
Ás vezes o estar calado é o melhor, no JV vem uma ...
Preocupações pertinentes e que foram apresentadas ...
Um PSD ressabiado, tentando misturar nas tricas do...
-O futuro de Vizela foi abordado por Victor Hugo q...
O gury vais ver que foi por isso que o povo te pôs...
O gury vais ver que foi por isso que o povo te pôs...
No tempo em que lá andei resolvia-se o assunto com...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO