19
Mar 07

A presidente do Conselho Nacional do CDS-PP, Maria José Nogueira Pinto, acusou esta segunda-feira Paulo Portas de tentar assaltar o poder no CDS e o deputado Hélder Amaral de agressão física.

 

Numa conferência de imprensa que se estendeu por mais de meia hora, Nogueira Pinto admitiu abandonar o partido, caso Portas regresse à liderança do CDS-PP.

«Se se confirmar que este partido é um território onde alguns assaltam o poder, aqui não sou nada nem ninguém», afirmou.

Maria José Nogueira Pinto acusou Paulo Portas de instigar o clima de «coacção física, violência verbal e agressão física» que diz ter vivido domingo no Conselho Nacional do CDS-PP.

«O dr. Paulo Portas trouxe para dentro do partido o pior da memória do PREC», acusou.

Um partido conservador, democrata-cristão, queque e bem, chegou a este ponto, o da arruaça, extraordinário.

publicado por José Manuel Faria às 18:06

Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
A Dora é contra tudo, nem sei o que anda esta cria...
Parece que não agradou o comentário...
Ufa...Ufa... professorEstava ficar desesperadoNão ...
Quem me dera ser funcionário público!
Coitados dos funcionários públicos (em geral) foss...
O que faz na foto , o dirigente do partido da dire...
o executivo deve mandar ás malvas os P.SS.Estão pr...
Está bem, não foi a Câmara, mas foi a Junta, que v...
Cá para mim, esta foi uma manobra de diversão para...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO