30
Mar 07

Os socialistas, que em Fevereiro tinham subido quatro pontos para os 47%, desceram agora ligeiramente para 46,5%, enquanto os sociais-democratas repetiram a queda de um ponto, ficando nos 26% das intenções de voto, dois pontos abaixo dos resultados das legislativas de 2005.

O PCP registou igualmente uma quebra de um ponto percentual, para os 9%, ficando ligeiramente à frente do Bloco de Esquerda, que subiu quase dois pontos percentuais para 9%. No Barómetro de Fevereiro a situação tinha sido inversa, com os comunistas a subirem um ponto e os bloquistas a perderem dois pontos.

Mergulhado numa crise interna, o CDS, que em Fevereiro tinha registado pela primeira vez uma queda nas intenções de voto, após meses de constante subida, voltou a recuperar e subiu um ponto percentual, para os 6%.

Marques Mendes, líder do PSD, acompanhou Sócrates na queda, com praticamente os mesmos 10 pontos de descida, ficando agora pelos 30 pontos negativos, enquanto à esquerda Jerónimo de Sousa e Francisco Louçã tiveram subidas idênticas, posicionando-se como os líderes partidários preferidos pelos portugueses ouvidos no Barómetro.

in DD

Como é possível! Ainda bem que Sócrates caiu 10 pontos.

publicado por José Manuel Faria às 12:11

Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
B...quê?não são mais de 17 gajos, com desejos de p...
As falhas parece que estão noutro campo, caro amig...
Outra vez zé manelTudo que seja contra (este) pres...
Na casa do povo era povo ou cenário? só vi lá uma ...
A GENTE, que está a frente do B.E. de Vizela, pelo...
que gentinha sem informação... o problema arrasta ...
mas a noticia interessa para alguma coisa?o que el...
Dizes bem Vitor Hugo, Vizela está diferente, mas t...
Nem por isso mantém-se o irresponsável da Educação...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO