03
Jun 07

 

 

 

publicado por José Manuel Faria às 22:30

Camaradas, estamos na 5ªconvenção do Bloco de Esquerda, com uma importante novidade, a existência de 4 Moções de Orientação para os próximos 2 anos.

É uma boa novidade, porque expressa a diferença de pontos de vista de análise e de estratégia para o futuro.

Sou delegado pela Moção A, mas quero dizer que as restantes moções têm as suas virtudes, a B, porque é Basista e apela a uma democracia interna mais profunda. A, C, porque incute uma dinâmica de movimentação social de massas com ligação mais profundo ao sindicalismo, e a; D que questiona o tipo de Socialismo a construir pelo Bloco.

Parece-me contudo que é a Moção A, aquela que aprofunda mais as relações internacionais que o País deve ter, o combate ao imperialismo norte-americano, a construção de uma União Europeia, que eu defendo, mais solidária e sem comités dos grandes países.

Apresenta soluções e preocupações ecológicas, não defende o controleirismo sindical pelos partidos políticos, principalmente a luta interna pelo poder do PCP na CGTP.

Defendo um crescimento do Bloco de Esquerda tal que tenha capacidade de influenciar as políticas governativas, e a possibilidade de entrar sem medos no arco governativo, é óbvio que o não consegue sozinho, por isso, não é de colocar de lado uma coligação pós- eleitoral com o PS se este tiver maioria relativa, temos militantes com capacidade de governar este País com políticas que sirvam os mais desfavorecidos, sem liberalismos económicos, sem privatizações, com políticas de emprego com direitos.

Uma negociação séria na base de um entendimento que não desvirtue as bases ideológicas e os compromissos do Bloco de Esquerda com a maioria dos seus eleitores, verdadeiramente de esquerda e marxistas.

A questão fundamental para o Bloco crescer é: Mostrar ao povo português que chegou e é com o Bloco de Esquerda que as massas populares terão a oportunidade de viver melhor, e para isso o Bloco deve estar no Poder.

O Bloco não pode continuar a ser visto como um bom partido para a oposição e somente o PS, PSD e CDS é que servem para governar.

Disse.

publicado por José Manuel Faria às 22:21

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Quem quer baixar , uma parte do PS, o CDS e o PCP,...
Ferro Rodrigues reagiu assim como toda a sociedade...
E o que o leva a tirar semelhante conclusão...O po...
O Tiago Mota Saraiva , anda zangado com o seu part...
Não, muito menos, porque feito com cabeça, tronco ...
-Festas que se repetiram, só que com muito mais qu...
Festas? Que festas? Repara bem: Festas de Vizela, ...
Sr. Alberto li a entrevista e continuo sem ver pl...
Reunião de Câmara-Victor Hugo Salgado avançou que ...
Muito bem dito Srº Alberto Pinto.
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO