25
Mai 08


Melhor Filme candidato aos Óscares
Expiação (Atonement)
Juno (Juno)
Michael Clayton - Uma Questão de Consciência (Michael Clayton)
Este País Não É Para Velhos (No Country of Old Men)
Haverá Sangue (There Will Be Blood).

 

Destes 5 filmes, vi 4.

 

 

O melhor, 3 estrelas: Juno;

 

Michael Clayton, 3 estrelas;

 

Expiação, 3 estrelas;

 

Este País Não é para Velhos, 1 estrela.

 

Um ponto de vista subjectivo, claro.

publicado por José Manuel Faria às 17:02

Domingos Melo, o jornalista da Rádio Vizela faleceu. O Blogue RupturaVizela homenageia o amigo, o intelectual, o culto vizelense. Era uma personagem independente da Rádio. Eu sabia as suas preferências ideológicas, e ele isento e objectivo nunca, mas nunca as fez parecer na abordagem social e política nos seus noticiários e entrevistas. Teve um papel fundamental na luta autonómica de Vizela e nas primeiras eleições autárquicas no Concelho. Era uma pessoa boa. E vai continuar a ser onde está.

 

Domingos Melo foi o melhor da Rádio Vizela.

 

Paz à sua Alma.


publicado por José Manuel Faria às 13:34

 

A partir dos 18 anos os portugueses são obrigados a recensearem-se e têm o direito de votar e ser eleito a todos os órgãos políticos com excepção da Presidência da República (35 anos).

 

Por isso pergunto, para que servem as "jotas" ? As suas organizações dizem, são independentes dos partidos. Não é verdade. Tratam de assuntos relacionados e de interesse dos jovens. Os partidos se quiserem fazem o mesmo.Dão importância e protagonismo às lideranças das jotas, sim. Só tem importância para os carreistas. São uma escola para o futuro. Numa escola deve existir o formador/professor, logo fora da estrutura.

Nas "jotas" abordam temas fracturantes, e depois, o partido pode tratar essas temáticas.

 

Só vejo uma razão. As "jotas" são organismos para preparação política e subida na Carreira e por consequência na hierarquia partidária. O jovem político ( até aos 30 anos!) convicto, bom, "profissional"e carismático tem futuro dentro da organização partidária.

 

Desde os 14 anos que gosto de política com intervenção a vários níveis nunca militei em juventudes ditas autónomas partidárias. Não fazem sentido as tais.

publicado por José Manuel Faria às 11:57

Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
Sinceramente não sei como as pessoas perdem tempo ...
Não detestes, atrás de mim virá, quem bom de mim f...
Das duas três: este Eugénio está armado em ser pro...
Caro senhor professorPode dizer-me que sigla é aqu...
À medida do defunto, como disse o outro.
Uma proposta à medido do jic
Agora são os chineses, antes eram os angolanos.. C
E o Sócrates atirou sobre a Câncio. O que ela prec...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO