02
Jul 08


 

Um filme bizarro, louco e imperdível de David Lynch, claro.

publicado por José Manuel Faria às 12:34

A entrevista de Manuela Ferreira Leita à TVI ontem, mostrou MFL irritada, repetitiva, enrolada nas contas do investimento público que não se dede fazer porque não há dinheiro, sem dizer nunca quais as obras a "cortar". O melhor veio no fim. MFL afirmou que a família tem por objectivo a procriação. Mais do que ser contra os casamentos homossexuais ( era de esperar). O apontar o casamento como um fim principal para ter filhos, é uma ideia ultra-conservadora para uma social-democrata do sec:XXI.

 

As lésbicas podem ter filhos, os homossexuais masculinos podem ter filhos (procriam fora da união ou casamento), a solteira pode ter filhos, o solteiro pode ter filhos, a viúva pode ter filhos, o divorciado pode ter filhos, o padre católico pode ter filhos.

 

Eu pensava que o casamento era um contrato de fidelidade de amor/amizade/paixão na saúde e na doença entre dois seres que se amam ( seu objectivo primeiro).

 

 

publicado por José Manuel Faria às 10:09

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Que declarações foram?
Muito Conveniente esta Ausência dos Senhores Jorna...
muito boa descrição de tachos!Só se esqueceu de di...
Sr. anónimo desde quando os funcionários da câmara...
Já agora! Peditorios? Uma coisa é deixar as estagi...
Não sejam maus, se faz porque faz, se não faz porq...
Pois! Os Drs no passeio com o mister presidente e ...
Nos postos médicos ja à algum tempo que eles tem o...
Ó mas isso ainda agora é assim, nas fotografias es...
Ó Victor Hugo andas a pagar a pessoal para andar c...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO