25
Jul 08

publicado por José Manuel Faria às 11:38

Com o objectivo de tornar a noite de Copenhaga mais segura, as autoridades dinamarquesas preparam-se para criar um sistema polémico. Uma ida à discoteca vai ficar estranhamente semelhante a tratar do bilhete de identidade, com exigência de impressões digitais e fotografias dos clientes.

 

Um facto que fere os direitos e garantias dos cidadãos numa cidade moderna num País desenvolvido. A Dinamarca a cair em radicalismos. Se a social-liberal da Europa do Norte traça estes caminhos não faltará muito para portugal copiar. Copia quase sempre o pior.

 

Qualquer dia a impressão digital e fotogafia do cliente vão ser utilizadas para entrar em todo o comércio, diversão, espectáculos, passear na rua ou entrar em casa, sim há falsos amigos e vizinhos. O Big Brother está aí ao virar da esquina ou sobre as nossas cabeças. A liberdade individual caminha para o fim. Alguém controla e sabe sempre onde estamos e a fazer o quê!

 

O Mundo está perigoso, não olhe para o lado, fale baixinho, cuidado com a net, desligue o telemóvel fale pessoalmente e reviste- o pode estar sob escuta!

publicado por José Manuel Faria às 10:25

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Que declarações foram?
Muito Conveniente esta Ausência dos Senhores Jorna...
muito boa descrição de tachos!Só se esqueceu de di...
Sr. anónimo desde quando os funcionários da câmara...
Já agora! Peditorios? Uma coisa é deixar as estagi...
Não sejam maus, se faz porque faz, se não faz porq...
Pois! Os Drs no passeio com o mister presidente e ...
Nos postos médicos ja à algum tempo que eles tem o...
Ó mas isso ainda agora é assim, nas fotografias es...
Ó Victor Hugo andas a pagar a pessoal para andar c...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO