04
Set 08

http://www.mondotees.com/ProductImages/countries/CCCP.jpg
Importará, ao mesmo tempo, aprofundar o conhecimento da complexa realidade histórica do Cáucaso e as raízes dos conflitos da Ossétia do Sul e Abkházia. E lembrar – algo que a perversa campanha mediática em curso olimpicamente ignora – os efeitos desastrosos do desmantelamento da URSS na sua génese e manifestação.
Foi sob o aplauso das «democracias ocidentais» que o exacerbado nacionalismo georgiano se converteu num dos agentes activos do enfraquecimento e desagregação soviéticas, rompendo os equilíbrios internos e reactivando velhas disputas étnicas. Eram os tempos da divisa «A Geórgia para os georgianos» do antigo presidente Gamssakhurdia, em que Saakashvili hoje se inspira, da abolição das autonomias e das fratricidas campanhas militares e de limpeza étnica. Em 1991, a Geórgia boicotou o referendo sobre a URSS em que 75% dos soviéticos disseram sim à sua manutenção. Mas na Abkházia este realizou-se e o sim venceu. O resto é conhecido. A 8 de Dezembro de 1991, era dado o golpe de misericórdia nos destinos do Estado soviético, fundado em 1922. E a figura, que emergiu, então, como o seu principal coveiro – Iéltsin – apressava-se a comunicar a boa nova – em «primeira mão» – a Bush (pai), para só depois informar o já totalmente desqualificado inquilino do Krémlin, Gorbatchov, do inconstitucional – e contrário à esmagadora vontade popular – desenlace
.

publicado por José Manuel Faria às 20:31

http://cache01.stormap.sapo.pt/fotostore01/fotos//71/e6/3f/2315580_tRusY.jpeg

 

O voo da companhia espanhola Spanair JK4113, que fazia a ligação entre Ibiza e Lisboa, com 163 passageiros a bordo, incluindo portugueses, foi obrigado a aterrar em Palma de Maiorca, esta manhã, devido a um problema técnico.

 

Poucos dias depois da queda de um avião da Spanair fomos levantar os "bilhetes de avião" na agência de viagens, a menina sorriu desbragadamente, disse ela," é que eu sabia que tinha alguém para essa companhia de aviação, afinal são voçês!", e continuou a rir, a resposta foi um sorriso amarelo!

Houve uma certa preocupação da tripulação em tranqualizar os passageiros e dar loas há companhia. Correu tudo bem. Quatro dias depois, novo problema com a Spanair. "Porra, há qualquer coisa no ar...espanhol!"

 

Portugueses não querem voltar a voar na Spanair

publicado por José Manuel Faria às 19:07

http://blogdaloura.blogs.sapo.pt/arquivo/bebes1.JPG

Quatro de Setembro de 2006 deu-me para isto. Brincar há comunicação de ideias, pensamentos, propostas e críticas, e levá-las por esse mundo fora. Obrigado.

publicado por José Manuel Faria às 10:22

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





comentários recentes
A GENTE, que está a frente do B.E. de Vizela, pelo...
que gentinha sem informação... o problema arrasta ...
mas a noticia interessa para alguma coisa?o que el...
Dizes bem Vitor Hugo, Vizela está diferente, mas t...
Nem por isso mantém-se o irresponsável da Educação...
O problema arrasta- se há 12 anos. Ouviste Alexand...
Se o problema se arrasta, nada melhor que o tornar...
Assunto discutido a nível nacional.
Bom dia ,A sério?!!
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO