01
Fev 09

publicado por José Manuel Faria às 12:06

 

 

 

 

 O presidente dos Autarcas Social-Democratas (ASD) defendeu hoje em declarações à Agência Lusa que «a regionalização é precisa mais do que nunca no nosso país».

 

 O PSD foi o principal partido anti-regionalista em Portugal, e que exigiu um referendo com os resultados conhecidos. Um dos argumentos anti-regiões era a quebra da unidade nacional, acompanhado de outros: excesso de regiões  e aumento exagerado de despesas, assim como a proliferação de tachos.

 

Dez anos depois, o que mudou? Quase nada, apenas a diminuição das regiões (base de trabalho, as regiões plano). Registar portanto as falácias das razões do combate exacerbado às regiões administrativas em Portugal Continental.

 

Antes dos ASDs e PSD avançarem na defesa das regiões que assumem as culpas da vitória do Não, e das mentiras avançadas no debate da campanha referendária, iludindo principalmente os nortenhos levando-os no engodo de o melhor seria deixar como está.

 

Os activistas pelo SIM ainda não esqueceram a vergonhosa campanha orquestrada por certos líderes políticos de maioria CDS/PSD que ainda pairam ou exercem por aí. 

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:59

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9




comentários recentes
não era essa a ideia que tinha do primo mas devere...
Jornal de Vizela Como será possível que em Vizela ...
Do primo a que se referiu.
Também fiquei a olhar!!!!!!!!!!!!!O outro que ulti...
Fala do primo dele. o Arnaldo. "Capacidade, formaç...
"capacidade, formação e arrojo"? não sei que primo...
Adoro verificar que quado assuntos de cariz local ...
Ainda bem que já à resposta/s ao Presidente sobre ...
Existe um lugar (deve ser único, deve ter passado)...
Para alem de parvo este tipo de comentário, é aldr...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO