11
Fev 09

 

O Partido Socialista domina o poder político Vizelense desde o tempo da Comissão Instaladora (1998/2009). Este “controla” as instituições (dezenas) quase todas, na Assembleia Municipal nenhuma proposta alternativa é aprovada, as juntas de freguesia com poucas competências e sem dinheiro procuram fazer obra encostadas à Câmara, até Sto.Adrião do PSD é livre de apoiar o PS.

 

Há uma insatisfação enorme em Vizela quanto aos protagonistas da CMV pelo modo como trabalham (pouco) como pela obra apresentada.

 

A alternativa até agora conhecida PSD ou PSD/CDS crescerá eleitoralmente – equipa jovem e motivada, obterá contudo resultados longe do que pretendem, parecem que a sua verdadeira luta será o pós – Francisco Ferreira.

 

Uma terceira via vencedora no Concelho é imprescindível para colocar um ponto final nesta era do Ferreirismo. Ela só poderá ser criada à volta de um núcleo experiente de autarcas, acompanhado de jovens sem medos e desprendidos de ligações ao anterior regime, pois, a pressão sobre a candidatura poderá atingir valores altíssimos de tensão e nem todos estão preparados para tal.

 

É necessário juntar forças, este é o lema.

publicado por José Manuel Faria às 19:42

publicado por José Manuel Faria às 12:18

 Decidiu-se casar? Então terá de ter em atenção que a partir deste momento é desencadeado uma série de processos, mais ou menos complexos, de acordo com a cerimónia pretendida. Para poder efectivar a união tenha em conta os seguintes passos:

1. Reúna os documentos necessários, que são os seguintes:

 


2. Dois a três meses antes reúna os documentos anteriormente referidos e dirija-se à Conservatória do Registo Civil para poder dar inicio ao processo de casamento.

Caso pretenda casar apenas pelo registo civil, o seu processo termina aqui, sendo tudo tratado na respectiva Conservatória.

 

 

Se a Igreja Católica afirma que o casamento homossexual é uma ameaça à sociedade, problema da Igreja.

 

O divórcio era uma ameaça;

 

A interrupção voluntária da gravidez era uma ameaça;

 

A homossexualidade é uma ameaça;

 

O uso de preservativos é uma ameaça;

 

As relações sexuais são para procriar, fora do casamento uma ameaça;

 

As posições da Igreja Católica e de outras são para respeitar. Não devem é de modo algum interferir na vontade do poder terreno. Portugal não é uma Teocracia!

 

Os pecados que a Igreja aponta à sociedade caiem uns atrás de outros. Mais, os maiores pecadores são os que se dizem católicos dos quatro costados.

 

O gay promíscuo tem duas filhas uma mulher, casou pela Igreja e vai à missa!


A Igreja pode apelar ao voto no CDS e PSD. O altar a tribuna.

 

 

 

publicado por José Manuel Faria às 10:22

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9




comentários recentes
Vizelenses já conhecem o Tino de Vizela no Faceboo...
Bastava ter lido o artigo que a deputada Joana Mor...
Já ouvi dizer que houve discordia em alguma coisa....
Isto será normal? tantas apresentações?Qualquer co...
Á raia com o meireles? Tanta cadeira carregou e ag...
Não saímos do PAEL, estamos a pagar empréstimos ba...
acrescenta o MVS, referindo ainda que “esta posiçã...
Entregue de Cheque Bebé:Alguém pode explicar o que...
Ó Abrunhosa da outra vez não fizeste nada disto.Se...
Pedro Abrunhosa com a Banda da Sociedade Filarmón...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

14 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO