29
Jun 09

publicado por José Manuel Faria às 12:22

O homem livre é senhor de sua vontade e somente escravo de sua consciência.
(Aristóteles)

publicado por José Manuel Faria às 11:40

 

 

A táctica, plano a curto prazo, é cada vez mais utilizada, fazendo alterar paradoxalmente uma estratégia, quando deveria ser uma componente desta. A pressão mediática, o uso de novas tecnologias, a influência continua e rápida do acontecimento momentâneo e imprevisível, as reviravoltas de pensamento dos adversários, a alteração do inimigo principal, as sondagens ou uma brisa bem soft da China, implica quantas vezes a profunda alteração da estratégia.

 

A médio e a longo prazo, (3 a 6 meses) o nosso objectivo estudado ao pormenor consistia num plano: projecto, equipa, contactos e publicidade para um crescimento de 20%, no fim do1º mês verifica-se que adoptando planos semanais ou quase diários, de inflexões, rupturas e insistência, a “velha” estratégia é ultrapassada pelos acontecimentos, obrigando a criar novos objectivos, que no 2º mês, parecem velhos.

 

Na última semana, a equipa quer duplicar! 


ps: Quem pede cedo a maioria absoluta pode contentar-se a 48 h com a vitória por 1, e acaba por perder por 1 000. Adormeceram à sombra da Estratégia.

publicado por José Manuel Faria às 10:54

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11





comentários recentes
Calma, a verdade é como o azeite vem sempre ao cim...
ANÓNIMO A 21 DE JANEIRO DE 2020 ÀS 13:48 Está a fa...
O rácio em Vizela de espaços verdes, é muito reduz...
Pedrosa o presidente da assembleia para dizer aqui...
E nesta terra de mentecaptos irá tê-la.Oposição in...
Trata-se de um patético editorial, bem ao estilo q...
O Pedrosa deveria esticar a corda. Mas medricas co...
Apelo à maioria absoluta!!!!!!!E depois o Jorge P...
Isto é que se chama rapidez. Há 15 dias só havia 2...
Jantar de Reis MVSGira o disco e toca o mesmo, ou...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO