12
Jun 10



"Um país insustentável foi a tónica do discurso do Prof. Cavaco Silva nas comemorações do Dia de Portugal. O Governo não gostou, mas certamente muitos portugueses também não, mas essa é sem sombra de dúvida a expressão que melhor define o nosso país. Não, não se trata de pessimismo mas antes de mera constatação. (..) "

 

- Um excelente (assino por baixo ) post a ler e comentar.

 

Jorge Miranda

publicado por José Manuel Faria às 16:31



"É impossível levar o pobre à prosperidade através de leis que punem os ricos pela sua prosperidade. Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa tem de trabalhar recebendo menos. O governo não pode dar a alguém aquilo que tira de outro alguém. Quando metade da população descobre de que não precisa de trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação. É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."


Corta - Fitas

publicado por José Manuel Faria às 12:38

- É uma chatice essa coisa do aumento da esperança média de vida. A malta “velha” morre tarde, muito tarde, e isto dá cá uma despesa! … Camaradas do governo. Referiu Ana Jorge aos colegas socialistas na última reunião de conselho de ministros.

publicado por José Manuel Faria às 12:08

publicado por José Manuel Faria às 10:45



Na sua opinião, o que é a Coreia?

 

Nós, comunistas portugueses, temos uma noção de diferentes perspectivas das teorias marxistas e da forma como o comunismo é entendido. Há muita coisa que nos aproxima de muita gente e há muita coisa que nos distancia de muita gente. Aproximar-nos-á da Coreia o objectivo de afirmação anti-imperialista e o objectivo da construção de uma sociedade socialista, mas teremos certamente diferenças em relação ao caminho concreto que é preciso trilhar para construir essa outra sociedade.

 

- A Coreia do Norte a caminho de uma sociedade Socialista!

 

João Oliveira, Deputado do PCP

publicado por José Manuel Faria às 10:22

(…) Ao longo do século XX, esse ódio aos judeus conseguiu unir, curiosamente, fascistas (Hitler) e comunistas, entre outras personalidades ditas “solidárias e independentes”, cheios de compaixão pelos “desgraçados” palestinianos, supostamente “crucificados” pelos israelitas “sem dó nem piedade”.(…)

 

Debaixo dos Holofotes,

 

Ondulações,

 

Por M. Sérgio Vinagre,

 

IN Notícias de Vizela

 

-Os Soviéticos uniram-se a Hitler a tal ponto que foram mortos mais Comunistas que Judeus no combate ao Nazismo!

publicado por José Manuel Faria às 09:43

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
O PSD /Jorge Pedrosa não faz campanha?Será que o ...
"Da meia noite até às 18h00 de sábado estará encer...
Qual será a razão da RC ser por vídeo conferência?...
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO