26
Jun 10

publicado por José Manuel Faria às 11:05

publicado por José Manuel Faria às 10:47



As sondagens valem o que valem, no entanto são sempre sinais e estes são extremamente preocupantes: o PSD excessivamente “alto” e o PS abaixo da barreira psicológica dos 30%. Estes resultados colocariam o ultra/liberalismo económico na governação prejudicando ainda mais os trabalhadores, reformados, pensionistas e desempregados. Ou os mais desfavorecidos não conhecem as propostas de Passos Coelho ou o “povo” entrou numa espiral Sado/masoquista – adora bater e levar -, é claro que os grupos económicos têm levado o “jovem” Coelho aos ombros, este filho de Ângelo Correia, Belmiro de Azevedo, Amorim e Balsemão tem sido imposto aos eleitores como o D. Sebastião de um Portugal falido, fazendo crer nos incautos tratar-se de um novo “Ministro das Finanças” salvador de outros tempos. Nesta putativa realidade política, as esquerdas têm urgentemente de definirem estratégias unitárias de combate sindical, social e parlamentar alternativas, e elaborarem programas/propostas a curto prazo: pragmáticos, coerentes e consequentes centrados nas finanças e economia (sem dispersão em temas fracturantes), ao mesmo tempo elevar à hierarquia dos partidos novos protagonistas, as “massas” parecem estar cansadas das mesmas caras há dez anos. Qualquer dia a esquerda à esquerda do PS vale 10 ou 15%, e nesse dia a implosão pode fazer ainda mais estragos.

publicado por José Manuel Faria às 10:38

25
Jun 10

publicado por José Manuel Faria às 13:44

publicado por José Manuel Faria às 11:01



Cavaco Silva parece querer substituir-se ao governo. O modo como aborda os assuntos sócio/económicos: palpite, sugestões e ou orientações (unidade PS/PSD, unidade nacional, custos para todos) extravasam em muito as suas competências. Não é sério estar com um pé na campanha eleitoral e outro em Belém. Menos, menos… como agora se diz.

publicado por José Manuel Faria às 10:49



"Aos oito anos, José Castelo Branco foi violado. O episódio é relatado na biografia autorizada, Toda a Verdade, de Ricardo Santos. "No início comecei a alinhar, acariciei--o, mas chocou-me quando senti o cheiro [Old Spice]. Agoniei-me e quis parar. Mas ele não. Nunca pensei que fosse tão violento e quando quis parar, era tarde demais. Ele penetrou-me (...) Violou--me uma, duas vezes e ao fim da terceira magoou-me de tal forma que eu achei que estava com o período...","


Castelo Branco confessa violação aos oito anos

publicado por José Manuel Faria às 10:28


 

- 2010-06-16 21:24:10

 

E nove dias depois o assunto torna-se Notícia. As demissões aconteceram entre 14/15 de Junho.

 

"No Hospital de S. Marcos, em Braga, oito médicos puseram o lugar à disposição da administração e esperam ser substituídos. O director do Serviço de Ortopedia também quer sair.

Oito chefes de equipa do Serviço de Urgência do Hospital de S. Marcos, em Braga, puseram o lugar à disposição da administração da unidade hospitalar, agora gerida pelo Grupo José de Mello Saúde.

A decisão de colocar o lugar à disposição foi comunicada aos responsáveis pelo hospital mas os chefes de equipa permanecem em funções até que sejam substituídos. Também Norberto Nunes, o director do Serviço de Ortopedia colocou o lugar à disposição da administração da Escala Braga, a empresa que o Grupo José de Mello Saúde criou para gerir aquela unidade de saúde.

Tal como o médico Norberto Nunes, os chefes de equipa do Serviço de Urgência, querem deixar de exercer funções por discordarem da forma como a nova administração quer gerir a unidade de saúde."

publicado por José Manuel Faria às 09:58

24
Jun 10



Contribuinte – Gostava de comprar um carro.

Estado – Muito bem. Faça o favor de escolher.

Contribuinte – Já escolhi tenho que pagar alguma coisa?

Estado – Sim. De acordo com o valor do carro (IVA)

Contribuinte – Ah. Só isso.

Estado – e uma “coisinha” para o por a circular (selo)

Contribuinte – Ah!

Estado – e mais uma coisinha na gasolina necessária para que o carro efectivamente circule (ISP)

Contribuinte – mas sem gasolina eu não circulo.

Estado – Eu sei.

Contribuinte – mas eu já pago para circular.

Estado – claro.

Contribuinte – então vai cobrar-me pelo valor da gasolina?

Estado – também. mas isso é o IVA. o ISP é outra coisa diferente.

Contribuinte - diferente?

Estado - muito. o ISP é porque a gasolina existe.

Contribuinte - porque existe?

Estado - há muitos milhões de anos os dinossauros e o carvão fizeram petroleo. e você paga.

Contribuinte – só isso?

Estado – Só. Mas não julgue que pode deixar o carro assim como quer.

 

Contribuinte – como assim?

Estado – Tem que pagar para o estacionar.

Contribuinte – para o estacionar?

Estado – Exacto.

Contribuinte – Portanto pago para andar e pago para estar parado?

Estado – Não. Se quiser mesmo andar com o carro precisa de pagar seguro.

Contribuinte – Então pago para circular, pago para conseguir circular e pago por estar parado.

Estado – Sim. Nós não estamos aqui para enganar ninguém. O carro é novo?

Contribuinte – Novo?

Estado – é que se não for novo tem que pagar para vermos se ele está em condições de andar por aí.

Contribuinte – Pago para você ver se pode cobrar?

Estado – Claro. Acha que isso é de borla? Só há mais uma coisinha…

Contribuinte – Mais uma coisinha?

Estado – Para circular em auto-estradas

Contribuinte – mas eu já pago imposto de circulação.

Estado – mas esta é uma circulação diferente.

Contribuinte – Diferente?

Estado – Sim. Muito diferente. É só para quem quiser.

Contribuinte – Só mais isso?

Estado – Sim. Só mais isso.

Contribuinte – E acabou?

Estado – Sim. Depois de pagar os 25 euros acabou.

Contribuinte – Quais 25 euros?

Estado – Os 25 euros que custa pagar para andar nas auto-estradas.

Contribuinte – Mas não disse que as auto-estradas eram só para quem quisesse?

Estado – Sim. Mas todos pagam os 25 euros.

Contribuinte – Quais 25 euros?

Estado – Os 25 euros é quanto custa.

Contribuinte – custa o quê?

Estado – Pagar.

Contribuinte – custa pagar?

Estado – sim. Pagar custa 25 euros.

Contribuinte – Pagar custa 25 euros?

Estado – Sim. Paga 25 euros para pagar.

Contribuinte – Mas eu não vou circular nas auto-estradas.

Estado – Imagine que um dia quer…tem que pagar

Contribuinte – tenho que pagar para pagar porque um dia posso querer?

Estado – Exactamente. Você paga para pagar o que um dia pode querer.

Contribuinte – E se eu não quiser?

Estado – Paga multa.

 

Rodrigo Moita de Deus às 14:07

publicado por José Manuel Faria às 23:01



"A autarquia vizelense decidiu lançar uma campanha de sensibilização, apelando a que os vizelenses façam as suas compras no comércio local".

 

- A CMV licenciou os "Hipers" até à exaustão e agora entra num processo ao contrário. Enfim!

publicado por José Manuel Faria às 11:49

publicado por José Manuel Faria às 11:23

O Incompetente usa a pressa o movimento rápido e a mentira como álibis para iludir o outro, basta colocar a questão ao contrário e o falso competente estatela-se que nem um tordo. A descoberta dá-se ao fim de uma hora de observação paralela, nem mais um segundo.

publicado por José Manuel Faria às 10:38

publicado por José Manuel Faria às 09:50

O Tribunal de Instrução Criminal cometeu um erro ao pedir à Assembleia da República o levantamento de imunidade ao Primeiro – Ministro. O PM, o Presidente da República e os Juízes estão protegidos por um conjunto de garantias que os protegem de serem criminalizados por actos puníveis até três anos de prisão. Naturalmente, o Primeiro – Ministro pode chamar o que bem entender a MMG ou a outro cidadão português, mesmo em momentos institucionais/solenes que não lhe acontece absolutamente nada. O PM pode iniciar todos os discursos com (…) “Meus caros fdps ,o país está em crise (…)

publicado por José Manuel Faria às 09:38

23
Jun 10



“As pessoas não são recicláveis”, é assim que se intitula o comunicado emitido hoje pela Coordenadora Concelhia do Bloco de Esquerda de Vizela, referindo-se aos programas ocupacionais do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

 

Neste documento, a força política escreve que a Câmara Municipal de Vizela (CMV) se “prepara para reciclar, mais uma vez, cerca de 30 pessoas, que foram contratadas, no ano passado, ao abrigo dos programas ocupacionais, que são nada mais, nada menos, que formas elaboradas de apagar a verdade dolorosa dos números do desemprego em Portugal”.

publicado por José Manuel Faria às 16:42

publicado por José Manuel Faria às 10:40



A Câmara Municipal vai realizar uma cerimónia para a atribuição de subsídios às associações culturais e sociais do Concelho, no próximo dia 30 de Junho, às 18.00h, no auditório dos Bombeiros Voluntários de Vizela.

 

-Há necessidade de uma cerimónia protocolar a propósito de uma actividade normal de uma autarquia?

 

publicado por José Manuel Faria às 10:22



O Partido Socialista auto/define-se como Pai da Democracia Portuguesa, e um exemplo concreto a comprová-lo é a imposição de voto contra os diplomas das oposições que pretendem revogar a aplicação do dispositivo de identificação electrónica nas auto-estradas SCUT que passarão a ter portagem. Assis, homem da ala esquerda socialista coloca rédea curta aos seus subordinados - o assunto, não é: moção de censura, moção de confiança, programa de governo ou orçamento e plano -, trata-se de uma ideia para captar receita a norte do País. E assim vai a democracia política. Mais um argumento para os defensores dos círculos uninominais, infelizmente.

publicado por José Manuel Faria às 09:49

22
Jun 10

Contra a precariedade e a gestão privada no Hospital de Braga

O Bloco de Esquerda vai apoiar a constituição de um movimento cívico contra a gestão público-privada do Hospital de Braga e, em particular, contra a administração nomeada pelo grupo Mello Saúde.

publicado por José Manuel Faria às 22:19

«Em termos tácticos, a selecção desintegrou-se e não foi capaz de bloquear os ataques de Portugal»disse o treinador Kim Jong Hun depois do jogo.  Afirmou ainda que a equipa, determinada a marcar na segunda metade, deixou buracos na defesa. «Como treinador, considero que a culpa é minha por não ter escolhido a estratégia certa - foi por isso que permitimos tantos golos» explicou Kim.

 

- O treinador foi um homem sério e digno, assumindo o suicídio que cometeu ao jogar de igual para igual com a selecção Lusa. Aquela estratégia nem ao diabo lembra!

 

-

O fairplay estalinista

publicado por José Manuel Faria às 18:43

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
"Alegadamente" espero que não, mas não me admirava...
O PSD /Jorge Pedrosa não faz campanha?Será que o ...
"Da meia noite até às 18h00 de sábado estará encer...
Qual será a razão da RC ser por vídeo conferência?...
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO