31
Jul 10

O PCP se quisesse ter pela 1ª vez um Candidato seu a lutar de igual para igual contra Cavaco e com fortes possibilidades de ser o próximo Presidente da República, apresentava/apoiava Carvalho da Silva, o Homem sabe mais de economia/sociologia/política que dezenas de Deputados juntos.

 

Ps: Carvalho da Silva deu “baile” a Medina Carreira e a um prof de Economia (Plano Inclinado, SIC n ) com tamanha facilidade que os tornou pequeninos. Espantoso!

publicado por José Manuel Faria às 23:13



"Isto é a maior reforma que pode ser anunciada em educação no nosso país, porque implica um outro conceito de escola. Uma escola que dá condições de trabalho aos professores e aos alunos para que as retenções sejam eliminadas. Sem muito trabalho não é possível chegar lá", comentou à Lusa o presidente da  Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), Albino Almeida."

publicado por José Manuel Faria às 17:57

A sondagem indica 67% para Cavaco, no entanto 40% ainda não decidiu, esta imensa fatia fará toda a diferença. Curiosa é a “votação” em Fernando Nobre: metade da de Alegre.

 

As candidaturas de esquerda ou rasgam o terreno ou serão humilhadas.

publicado por José Manuel Faria às 11:54

publicado por José Manuel Faria às 10:24



O “Expresso da meia/noite” na SIC n (6ªf ) é um excelente programa televisivo, onde se discute o tema da semana, sempre com convidados de primeira linha, às vezes pouco diversificado ideologicamente. O assunto era quente, como o tempo, o caso Freeport.

 

O moderador Ricardo Costa estava acompanhado de um advogado, um professor de direito, um magistrado do Ministério Público e um Juíz: quatro das melhores “trutas” nacionais (juristas). Com um naipe deste calibre, pensava que retiraria algum conhecimento/informação sobre o estado da justiça em Portugal, e apesar do energúmeno jornalista, colhi/aprendi bastante sobre: inquéritos processuais, o papel do DCIAP, vice/Procuradores, PGR, Magistrado do Ministério público, investigadores, o papel das hierarquias, a importância do contacto directo entre todos, prazos de arquivamento, quem determina esses prazos, etc, foi uma delícia ouvir aqueles quatro profissionais: davam o seu ponto de vista com toda a calma do mundo, contra/argumentavam sem ruído e com respeito, muito respeito.

 

A desgraça foi o moderador: ocupou quase tanto tempo como os seus entrevistados, questionava de um modo frenético e irritante, interrompia constantemente os convidados para opinar, o homenzinho chegou a comparar o seu trabalho (prazos) ao de um magistrado do Ministério Público. Fiquei espantado com a calma destes quatro Senhores, eles deixaram o Jornalista suicidar-se por mostrar tanta ignorância, e pior, não querer aprender, Costa queria o palco todo, mas, de tanto querer defender o “Chefe” do mano, acabou por virar a plateia contra si. Ricardo Costa parecia um alucinado sem educação, um energúmeno. Impressionante.

publicado por José Manuel Faria às 10:11

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
E justo porquê? O tem a ver o cu com as calças?Iss...
Então este é que manda, porque o presidente é que ...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO