06
Dez 10

Sim, Miguel Madeira e muita "gente" de esquerda consegue justificar o acto compensatório de Carlos César (Açores) a parte dos funcionários públicos regionais!

Os funcionários que são da República ( portugueses de 2ª nos Açores), como os dos tribunais, as forças de segurança, esses têm corte, os funcionários que dependem do Presidente Regional dos Açores, Carlos César não têm, têm uma compensação!!

 


http://viasfacto.blogspot.com/2010/12/os-funcionarios-publicos-acorianos.html

publicado por José Manuel Faria às 22:48

Lembrar:

 

Amanhã às 15 H, Apresentação e Discussão dos Projectos de Resolução Do PCP, Do BE e Do CDS sobre as Termas de Vizela na Assembleia da República (Sala 11 )

 

http://www.parlamento.pt/sites/com/XILeg/6CAEIE/Paginas/default.aspx

publicado por José Manuel Faria às 19:02

Pedro S. Martins estudou o período de 1980 a 2008, estabelecendo firmas do sector privado como grupo de controlo comparativo, e concluiu: "As nomeações do sector público aumentam significativamente ao longo dos meses imediatamente antes de um novo governo tomar posse. Também aumentam consideravelmente logo após as eleições, mas somente se o novo governo é de uma cor política diferente da do seu antecessor."

O investigador definiu como empresa pública aquela onde o Estado detém 50% ou mais do poder accionista. Os dados apontam para um "aumento significativo em contratações", que pode ir dos 10% aos 20%, no trimestre seguinte à entrada em funções de um Governo. Esse aumento, segundo as conclusões do estudo, começa porém a ocorrer antes das eleições - ou seja, antes de um Governo abandonar o poder. E o compadrio não se resume às posições de topo na hierarquia das empresas públicas: está espalhado por toda ela.

 

PS e PSD iguais

Ora isto, acrescentou, traduz um problema de compadrio e de "má utilização de recursos públicos, má utilização essa "politicamente conduzida". São "resultados que ajudam a explicar não apenas a diferença de performance entre o privado e o sector público, e os ganhos decorrentes da privatização, mas também a relutância contra a privatização ainda pode ser observada em muitos países, incluído o estudado neste trabalho".

Segundo Pedro S. Martins, não há diferenças "significativas" nos comportamentos entre os dois partidos que têm dividido entre si a liderança dos sucessivos governos, PS e PSD.

 

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1728175

publicado por José Manuel Faria às 11:44

publicado por José Manuel Faria às 11:06

Sectário aquele que é praticante de uma seita ou apresenta comportamento típico do sectarismo ideológico. (wikipédia).

 

O sectarismo ideológico/partidário é aquele que o militante/dirigente ou o de base pratica quando defende sempre (quotidianamente) todos os pontos de vista do partido mesmo que concorde com a proposta inversa. As direcções partidárias intransigentes com as ideias dos adversários também podem ser apelidadas de sectárias. Exemplos são mais que muitos.

 

O sectário é um militante perigoso: obedece caninamente à tarefa mesmo que lhe cause pruridos, é capaz de “bufar” só para agradar, tem tendência/queda para se infiltrar candidamente todo sorrisos em conversas/ideias diferentes das oficiais somente para entregar recados aos “chefes”: o único objectivo deste, é subir na hierarquia em “pezinhos de lá” e tentar nunca ir a votos sozinho e, caso entre nalguma contenda eleitoral interna, propositadamente procura uma colocação abaixo do 4 ou 5º lugar na tentativa de fazer parecer que não tem apetência pelo poder.

 

O sectário/oportunista é o, porque, a sua incompetência é tal que só bajulando e constantemente dissimulando pode um dia ser assessor: o posto mais confortável dentro das organizações, cuja única responsabilidade directa é servir o seu “chefe”.

 

Por vezes o sectário atinge a liderança, e é nesse momento que lhe cai a máscara, pois Peter e o seu Princípio são imperdoáveis com os incompetentes. Sim, há dias que se levanta ao meio/dia e não trabalha de tarde. Mas, como o seu comportamento é impecável ninguém o repreenderá.

publicado por José Manuel Faria às 10:32

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
RV, Francisco Ferreira responde a Dinis CostaSó qu...
Bom dia.Vocês por favor esclareçam me o seguinte:A...
O Carlos Alberto será que já está incluída a filha...
Estatura baixa ou não, no final das adições subtra...
Tive a curiosidade de ver o Faceboock do Professor...
Realmente, não celebrou o 1º vai celebrar o segun...
-Sr. Anónimo, eu não sei de nada da correlação da ...
A Câmara de Vizela está mesmo bem de finançasQuem ...
Outra festa, agora é para assinalar o 2º aniversár...
Oh Guri.De braço dado com a tua querida até andas ...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO