22
Fev 11

 

"Ao fim de vários dias de ensurdecedor silêncio, o Ministro dos Negócios Estrangeiros veio hoje, ao final da tarde, pronunciar-se finalmente sobre o banho de sangue que Kadhafi está a inflingir ao seu próprio povo. Os números apontam, até ao momento, para centenas de mortos e milhares de feridos. Os métodos utilizados incluem o recurso a mercenários, o assassinato e o bombardeamento de manifestantes. Perante este massacre, Luís Amado tem a dizer o seguinte:

 

"Esperamos que as autoridades líbias tenham a consciência da gravidade dos actos que estão neste momento a ocorrer e possam conter a dinâmica de violência que se tem vindo a instalar, pondo em causa os interesses do país, designadamente no âmbito das suas relações com os países vizinhos árabes e europeus"

Ou seja, o Ministro não condena o regime ou a violência. Não exige a suspensão imediata da repressão. Não perde um momento a apelar a uma transição para a liberdade. Simplesmente, espera.  E espera consciência. De quem tem as mãos manchadas de sangue derramado por inocentes ao longo de 42 anos. Ao crime chama Luís Amado dinâmica de violência. E isso demonstra que a posição do governo português sobre a questão Líbia é estática. Na verdade, continua ancorada na hipocrisia e na subserviência aos interesses de um celerado que já não tem o apoio, sequer, dos seus próprios ministros e corpo diplomático."


Delito de Opinião

 

 - É o governo português e as direcções partidárias da direita à esquerda. O que os une?

 

  Uma linguagem assustadora: http://viasfacto.blogspot.com/2011/02/kadhafi-ameaca-usar-versao-tianamen.html

         

  http://sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=12462

publicado por José Manuel Faria às 21:59

5 Dias

publicado por José Manuel Faria às 11:50

publicado por José Manuel Faria às 10:30

publicado por José Manuel Faria às 10:09

 

 

 

"O PSD vai apresentar no início de Março um projecto de resolução na Assembleia da República para, "sem demagogia", acabar com os "vencimentos pornográficos" dos gestores públicos": Miguel Relvas

 

 

"O Parlamento ( PS/PSD) chumbou na sexta-feira projectos do Bloco de Esquerda, PCP e CDS-PP que limitavam as remunerações dos gestores públicos"

 

IN JN

 

- O PSD não querem tecto salarial para o gestor público, mas é contra os vencimentos altos. PSD, o partido pornográfico.

publicado por José Manuel Faria às 09:28

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
António Costa protagoniza arruada este domingo em ...
e o carvalhinho tambem entra nas contas? Sempre no...
Um livro, critérios diferentes:O livro das bandas ...
Quem é esta Irene Costa?É Socialista? militante? h...
"Não deixei de ser quem fui, não vou alterar em na...
Comissão Administrativa da Concelhia do Partido So...
Os PS (grandes) só se lembram dos militantes para ...
Olha os socialistas interesseiros, quando dava jei...
Um milhão de euros!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
Convém informar quais os funcionários que passam/r...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO