22
Fev 11

 

"Ao fim de vários dias de ensurdecedor silêncio, o Ministro dos Negócios Estrangeiros veio hoje, ao final da tarde, pronunciar-se finalmente sobre o banho de sangue que Kadhafi está a inflingir ao seu próprio povo. Os números apontam, até ao momento, para centenas de mortos e milhares de feridos. Os métodos utilizados incluem o recurso a mercenários, o assassinato e o bombardeamento de manifestantes. Perante este massacre, Luís Amado tem a dizer o seguinte:

 

"Esperamos que as autoridades líbias tenham a consciência da gravidade dos actos que estão neste momento a ocorrer e possam conter a dinâmica de violência que se tem vindo a instalar, pondo em causa os interesses do país, designadamente no âmbito das suas relações com os países vizinhos árabes e europeus"

Ou seja, o Ministro não condena o regime ou a violência. Não exige a suspensão imediata da repressão. Não perde um momento a apelar a uma transição para a liberdade. Simplesmente, espera.  E espera consciência. De quem tem as mãos manchadas de sangue derramado por inocentes ao longo de 42 anos. Ao crime chama Luís Amado dinâmica de violência. E isso demonstra que a posição do governo português sobre a questão Líbia é estática. Na verdade, continua ancorada na hipocrisia e na subserviência aos interesses de um celerado que já não tem o apoio, sequer, dos seus próprios ministros e corpo diplomático."


Delito de Opinião

 

 - É o governo português e as direcções partidárias da direita à esquerda. O que os une?

 

  Uma linguagem assustadora: http://viasfacto.blogspot.com/2011/02/kadhafi-ameaca-usar-versao-tianamen.html

         

  http://sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=12462

publicado por José Manuel Faria às 21:59

5 Dias

publicado por José Manuel Faria às 11:50

publicado por José Manuel Faria às 10:30

publicado por José Manuel Faria às 10:09

 

 

 

"O PSD vai apresentar no início de Março um projecto de resolução na Assembleia da República para, "sem demagogia", acabar com os "vencimentos pornográficos" dos gestores públicos": Miguel Relvas

 

 

"O Parlamento ( PS/PSD) chumbou na sexta-feira projectos do Bloco de Esquerda, PCP e CDS-PP que limitavam as remunerações dos gestores públicos"

 

IN JN

 

- O PSD não querem tecto salarial para o gestor público, mas é contra os vencimentos altos. PSD, o partido pornográfico.

publicado por José Manuel Faria às 09:28

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Já repararam que tudo o que a Câmara faz, apresent...
A Rádio Vizela hoje anda a fazer publicidade com d...
Se FF andou a pagar a sede do Partido lá sabe porq...
O pequenino o Francisco Ferreira andou anos seguid...
Francisco Ferreira sabe que quem tem azia chupa um...
azia !!!!!!!!!!!!.Ele, Francisco Ferreira não conc...
"Quero que conste em ata que a senhora vereadora f...
Segundo ouvi dizer "alegadamente" o Presidente e a...
VHS o trabalho que cumpriram foi fruto do acordo p...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO