11
Mar 11

foto DDV

 

"Contactado pela Rádio Vizela, o autarca Dinis Costa confirmou a resposta negativa de Carlos Coutinho à proposta do grupo espanhol, informação que chegou até si através do vereador municipal Victor Hugo Salgado, que mediou o processo. Assim sendo, o edil avançou com o agendamento de uma Conferência de Imprensa para a próxima terça-feira, às 16h00, em local a designar, sessão na qual deverá estar presente Tomás Ares, responsável máximo do grupo “Tesal”. O espanhol vai apresentar aos vizelenses a proposta que esteve em cima da mesa e que, segundo Dinis Costa “era a ideal para todas as partes”. Além dos espanhóis, marcará ainda presença o Executivo e representantes do Movimento de Comerciantes do Vale de Vizela. “Carlos Coutinho é um mentiroso compulsivo que não gosta de Vizela e a Câmara não vai perder mais tempo com ele”, atirou Dinis Costa, em declarações à Rádio Vizela. O presidente da Câmara Municipal mostrou-se agastado com a decisão do accionista maioritário da Companhia de Banhos e garantiu que “a Câmara vai tomar uma posição drástica”. Ou seja, os próximos passos da autarquia serão dados ao encontro “da retirada da concessão da água sulfurosa à CBV”, apesar de reconhecer que este tratará de um processo moroso."

 

 

In Rádio Vizela

 

 - Dinis Costa, Presidente de Câmara de Vizela arrasa carácter do "líder" da Companhia de Banhos de Vizela.

 

ps: Pelo teor dos comentários à notícia nota-se uma radicalização dos Vizelenses anti/Coutinho e anti/sistema pela reabertura das Termas. Algo paira no ar. A "revolução" pró/munícipio aconteceu apenas há 13 anos!

publicado por José Manuel Faria às 22:37

 

O “Notícias de Vizela” informa que o negócio entre a Companhia dos Banhos de Vizela e a empresa espanhola “Bienestar Hoteles” não se concretiza.

A confirmação desta infeliz notícia foi-nos comunicada, há minutos (17h10), pelo próprio Carlos Coutinho, sócio maioritário da empresa vizelense. “Não há negócio” foi a expressão utilizada pelo administrador da CBV.

Em entrevista na próxima edição do nosso jornal, que já está acordada, Carlos Coutinho explicará as razões da não-aceitação da proposta do grupo espanhol.

 

Notícias de Vizela

 

Susana Ribeiro

 

Directora

 

publicado por José Manuel Faria às 17:27

 

 

 

O ministro das Finanças apresentou hoje novas medidas para reforçar os esforços de consolidação orçamental de Portugal.

  • Redução da despesa: 2,4% do PIB (1,6% em 2012 e 0,8% em 2013)

- Congelamento do Indexante de Apoios sociais e suspensão da aplicação das regras de indexação de pensões, o que na prática se traduz num congelamento das pensões;

- Contribuição especial aplicável a todas as pensões (com impactos semelhantes à redução dos salários da Administração Pública), o que se traduz num corte das pensões acima dos 1.500 euros;

- Redução de custos com medicamentos e sub-sistemas públicos de saúde, aprofundamento da racionalização da rede escolar, aumento da eficiência no aprovisionamento e outras medidas de controlo de custos operacionais na Administração Pública;

- Redução da despesa com benefícios sociais de natureza não contributiva;

- Redução de custos no Sector Empresarial do Estado e Serviços e Fundos Autónomos: revisão das indemnizações compensatórias, dos planos de investimento e custos operacionais;

- Redução de transferências para autarquias e regiões autónomas;

- Redução da despesa de capital

  • Medidas de aumento da receita: 1,3% do PIB (0,9% em 2012 e 0,4% em 2013)

- Revisão e limitação dos benefícios e deduções fiscais, designadamente em sede de IRS e IRC, o que na prática se irá traduzir num aumento destes impostos em 2011 e 2013;

- Racionalização da estrutura de taxas do IVA;

- Actualização dos impostos específicos sobre o consumo;

- Conclusão da convergência no regime de IRS de pensões e rendimentos do trabalho, o que na prática se traduzirá num novo aumento do IRS para os pensionistas;

- Combate à informalidade e evasão fiscal: controlo de facturas e cruzamento de declarações de volume de negócios com pagamentos automáticos

Com estas medidas, o impacto estimado das medidas adicionais de consolidação em 2012 e 2013 é de 3,7% do PIB (2,4% via despesa e 1 3% via receita)

 

As novas medidas de austeridade em 2012 e 2013

publicado por José Manuel Faria às 11:17

publicado por José Manuel Faria às 10:34

 

 

Entre os dias 9 e 10 Março o governo foi atacado por um forte vendaval político: O discurso de tomada de posse de Cavaco e a Moção de Censura do Bloco de Esquerda.

 

Cavaco alinhavou um projecto de governo alternativo para delírio da direita parlamentar rasgou portanto, uma possível concertação institucional. Criou desconfiança e assumiu-se como Presidente de uma parte dos portugueses.

 

O Bloco de Esquerda censurou o governo, apelou ao parlamento pelo derrube de Sócrates, não o conseguiu mas, fez mossa.

O Governo PS está sobre pressão política em Portugal e financeira/económica na UE.

 

A curto prazo o Partido Socialista só tem uma saída: a apresentação de uma Moção de Confiança com o objectivo de legitimar democraticamente o seu Governo. Não o fazendo, fica sujeito diariamente à dúvida de se agarrar ao poder pelo poder não atendendo à vontade dos portugueses.

 

O Governo ontem, só não caiu, porque os interesses/razões na sua destituição são distintos, entre a direita (abstencionista) e a esquerda do Não.

publicado por José Manuel Faria às 10:19

 

"Quanto à redução de freguesias ou de municípios, faço o mesmo comentário que fiz em relação à reorganização que o Governo se propõe fazer: todas as discussões são possíveis, e estamos disponíveis para este debate, desde que seja feito na base da eficácia e da eficiência e não por mera redução de custos",


Fernando Ruas

 

 - O eterno presidente da Associação Nacional de Municípios é um cómico. Quem quer a alteração das unidades administrativas tem como objectivo único a redução de custos, obviamente.

 

- Reduzir o nº de freguesias e de concelhos afasta as populações dos seus representantes e dos centros de decisão.

publicado por José Manuel Faria às 09:32

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
muito boa descrição de tachos!Só se esqueceu de di...
Sr. anónimo desde quando os funcionários da câmara...
Já agora! Peditorios? Uma coisa é deixar as estagi...
Não sejam maus, se faz porque faz, se não faz porq...
Pois! Os Drs no passeio com o mister presidente e ...
Nos postos médicos ja à algum tempo que eles tem o...
Ó mas isso ainda agora é assim, nas fotografias es...
Ó Victor Hugo andas a pagar a pessoal para andar c...
na altura das arruadas o centro de saude levava cá...
Se tivessemos uma oposição a sério eram exigidas c...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO