25
Abr 11

 

COMUNICADO

O BLOCO DE ESQUERDA DE VIZELA ESTÁ INCRÉDULO COM A AUSÊNCIA DO SEU DEPUTADO ELEITO ( JOÃO PAULO MONTEIRO) NAS COMEMORAÇÕES DO 25 DE ABRIL LEVADAS A CABO PELA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA, MAIS INCRÉDULO CONTINUA POR A ESTA HORA AINDA NÃO TER OBTIDO QUALQUER INFORMAÇÃO A CERCA DA AUSÊNCIA DO REFERIDO DEPUTADO MUNICIPAL.
APÓS VARIAS TENTATIVAS DE CONTACTO O REFERIDO DEPUTADO AINDA NÃO DEU QUALQUER RESPOSTA.
DADA A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO FICAREMOS A AGUARDAR A RESPOSTA DO REFERIDO DEPUTADO PARA AGIR EM CONFORMIDADE.
ESTA AUSÊNCIA INACEITÁVEL E IRRESPONSÁVEL É DA INTEIRA RESPONSABILIDADE E EXCLUSIVA DO DEPUTADO JOÃO PAULO MONTEIRO NÃO TENDO A COORDENADORA CONCELHIA OU QUALQUER PESSOA DA REFERIDA COORDENADORA CONCELHIA CONHECIMENTO PRÉVIO POR FORMA A SUBSTITUIR O MESMO SE O PROBLEMA FOSSE DO FORO DA SAÚDE PESSOAL DO REFERIDO DEPUTADO.
O BLOCO DE ESQUERDA DE VIZELA NÃO FARÁ JULGAMENTOS NA PRAÇA PUBLICA MAS VAI AGIR EM CONFORMIDADE COM ESTA INAUDITA E IRRESPONSÁVEL AUSÊNCIA. 
O DIA DA LIBERDADE É PARA A ESQUERDA UM DIA DE RESPONSABILIDADE, UM DIA DE LUTA UM DIA DE MEMÓRIA COLECTIVA, AUSENTARMO-NOS DESTE DIA É RENEGAR OS VALORES DE ABRIL, DA DEMOCRACIA E DA LIBERDADE.

A COORDENADORA CONCELHIA


VÍTOR CUNHA

publicado por José Manuel Faria às 22:16

 

 

 

 

"Investidores em dívida pública acreditam que é mais arriscado investir em obrigações nacionais do que em dívida do Líbano ou Cazaquistão"

publicado por José Manuel Faria às 19:19

 

Pela primeira vez em treze anos de autonomia administrativa em Vizela, um Partido Político primou pela ausência na Comemoração do 25 de Abril organizada pela Assembleia Municipal de Vizela: O Bloco de Esquerda. 

 


Bloco de Esquerda sem discurso por ausência do seu representante

publicado por José Manuel Faria às 13:28

 

 

 

 

 

Marcha Pela Liberdade

publicado por José Manuel Faria às 11:30

 

 

Este homem, a quem, com toda convicção, confiei (e voltaria a confiar) o meu voto nas últimas eleições presidenciais, tem na verdade um grande defeito que acaba, afinal, por ser uma das suas maiores qualidades: é um desastrado nato! Engana-se frequentemente, tropeça em si mesmo e nas suas próprias declarações, diz o que não queria dizer e já chegou mesmo a declarar não ter gostado de se ouvir depois de ter dito o que disse. Tudo isto, porém, não lhe tira, a meu ver, qualquer mérito ou qualidade. Antes pelo contrário, acrescenta-lhas. A perfeita compreensão e a aceitação da sua escala e condição humanas, sempre disposto a reconhecer os seus erros, têm tornado este homem verdadeiramente apetecível para todos os quadrantes do poder e/(ou) a ele aspirantes, (como fica bem demonstrado pelo seu percurso dos últimos anos). Ele é justamente o antípoda do político, do calculista, do caça-votos, do arranjista, do enganador, do mentiroso compulsivo que, infelizmente, têm infestado a nossa vida pública das últimas décadas. E é exactamente porque este homem é um «não-político», é um desastrado, é, no fim de contas, um puro, (espécimen que é impossível de se encontrar dentro dos «aparelhos»), que estes, quase sem excepção, o têm chamado esporadicamente para que ele lhes empreste alguma da sua candura, para que lhes dê aquela limpeza e ar renovado que de outra maneira não conseguem ter(...)"

publicado por José Manuel Faria às 10:57

Passos e a mulher apareceram em duas revistas do grupo Cofina

 

 

O Líder do PSD, Passos Coelho, numa tentativa desesperada de “caça ao voto”opta por escancarar a porta da sua família ao “olho popular”, mostrar: a mulher, filhos, casa, gostos - identifica uma estratégia de cativar pela emoção -, torna-o “humano”, um ser igual a nós e, resulta, principalmente na classe trabalhadora.

 

PPC envereda por um caminho oposto ao de Sócrates: este cobre a intimidade com uma carapaça intransponível. Sócrates é o homem só, com um único destino “servir os portugueses”, ninguém sabe com quem acorda, quem são os filhos e não há imagem de sua ex: mulher.

 

Duas posturas antagónicas: a da abertura e a do secretismo. Nesta “matéria”, normalmente as “massas” gostam mais da primeira, a segunda cria, pode criar excessivo mistério, e este não é bom conselheiro para quem procura a aceitação política.

publicado por José Manuel Faria às 10:13

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
AG até se entende que ao falares no passado não f...
Cada vez que leio o RV nem sei que diga em sei que...
283.000 pensionistas têm penções miseráveis, isso ...
São os memos argumentos da Opus Dei....
"Victor Hugo Salgado respondeu, mas antes voltou a...
Quantos quer? 1,3,5,6,7, quer com nomes começa no ...
O melhor vereador das Obras Municipais?!Basta ver ...
No sábado estivemos em destaque na SIC Notícias so...
Vem se vê que não pisca a pagina da Cãmara Municip...
fia-te na virgem e não corras…...vais peço esgoto!...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO