19
Out 11

 

 

A uma entrevista” soft”, discreta e defensiva na tentativa de não criar grandes pruridos, do presidente, Dinis Costa - prejudicado por ser o primeiro – a de Miguel Lopes “líder” da oposição envereda por respostas “hards”, incisivas e coloridas de confiança, provavelmente em excesso: ML não pode esquecer (seria um clamoroso erro) a quase certa alteração da lei eleitoral e, esta coloca (infelizmente para os mais pequenos partidos) as eleições num patamar diferente - duelos puros -, assim sendo, a experiência, o conhecimento do eleitor anónimo e o populismo são factores imprescindíveis para a conquista do poder.

publicado por José Manuel Faria às 17:45

 

Segundo o documento, para quem ganha entre 485 e mil euros brutos, aplica-se a seguinte fórmula: subsídios/prestações = 941,75 - 0.94175 X remuneração base mensal.

Assim, aplica-se a seguinte tabela (em que a 1ª coluna é o salário bruto e a 2ª é a penalização):

Salário de 485 euros - 0%
Salário de 500 euros - 5,9% de cada subsídio
Salário de 550 euros - 23% de cada subsídio
Salário de 600 euros - 37,2% de cada subsídio
Salário de 650 euros - 49,2% de cada subsídio
Salário de 700 euros - 59,6% de cada subsídio
Salário de 800 euros - 76,4% de cada subsídio
Salário de 900 euros - 89,4% de cada subsídio
Salário de 1.000 euros - 100% de cada subsídio

 

A mentira: quem vence 800 euros perde 76,4% de cada subsídio, muito mais que um subsídio.

publicado por José Manuel Faria às 13:31

publicado por José Manuel Faria às 11:13

 

 

ddV – Miguel Lopes, que balanço faz deste mandato da Câmara socialista liderada por Dinis Costa?
MIGUEL LOPES
 - Após os dois primeiros anos deste mandato 2009/2013 já podemos fazer uma análise mais séria e consistente do trabalho realizado pelo actual Presidente da Câmara e pela equipa de vereadores que o acompanha. Na política não basta fazer alguma coisa. É necessário fazer mais e melhor que os outros. Antecipar cenários e tomar decisões.

- A Câmara PS não faz isso?
- Não. O PS/Vizela limita-se a tentar copiar aquilo que os outros concelhos fazem. Hoje em dia isso não chega. Para sermos competitivos e atractivos temos que ser melhores e diferentes.

- Dê um exemplo.
- Não basta, por exemplo, ter uma praia fluvial. Temos que ter a melhor praia fluvial do nosso distrito. E temos que ter a melhor porque há várias perto de nós. Depois é necessário dizer que a nossa Câmara está numa situação financeira dramática por culpa exclusiva do PS/Vizela. A nossa situação não é conjuntural. É estrutural. Em poucos anos, 13 para ser mais preciso, o PS/Vizela gastou o que tinha, o que não tinha, ultrapassou o limite máximo de endividamento e colocou Vizela numa situação de “bancarrota”.

 

(...)

 

– Na sua opinião, quais foram os erros da Câmara no mandato actual?
- O dia 07/04/2011 foi o dia mais negro deste mandato. Foi o dia em que o Executivo PS liderado por Dinis Costa assumiu a falência das suas políticas e o estado de “bancarrota” da nossa Câmara. Com efeito, foi neste dia que o Executivo PS, na reunião de Câmara n.º 37, apresentou simultâneamente as contas de 2010 (com um desvio orçamental de 23 milhões de euros) e uma proposta de estudo e plano de saneamento financeiro. Ou seja, neste dia o Executivo PS disse a todos os Vizelenses: meus caros amigos estamos falidos e precisamos de um plano de saneamento financeiro urgente ou então temos que fechar a porta.

 

(...)

 

– Sente que os vizelenses estão satisfeitos com a Câmara?
- Infelizmente não. A minha percepção é que os Vizelenses não estão satisfeitos com a Câmara. E a pergunta é: como é que poderiam estar quando os indicadores socio-económicos e de emprego são todos negativos?! Aliás, acho que neste aspecto a Comunicação Social devia ser mais assertiva. Reconheço as suas limitações e respeito a sua liberdade mas lanço uma questão. Ainda há pouco tempo a Rádio Vizela fez um inquérito a perguntar se os Vizelenses sabiam o que era uma CittaSlow. Não nego o interesse do inquérito. Mas sejamos claros. Neste momento aquilo que interessa às pessoas, aquilo que a Imprensa local devia perguntar era se os vizelenses sabiam que a Câmara deve mais de 21 milhões de euros, ou se sabem que o Executivo PS já ultrapassou o limite máximo de endividamento. Ou então se sabem que o Campo de mini-golf e peter-golf custou mais de 500 mil euros. E que o vereador Vítor Hugo Salgado custou aos cofres da Câmara mais de 6000 euros para vir assistir às reuniões de Câmara enquanto era secretário do Ministro Vieira da Silva. Estas são as perguntas que não podem ficar na gaveta.

 

(...)

 

- Se for candidato fará coligação?
- Em 2009 tracei uma estratégia que será para manter. A minha relação com o CDS/PP é excelente. É verdade que não estamos sempre de acordo. Mas também não pretendo isso. Aquilo que eu quero é que nas grandes decisões estejamos de mãos dadas. E é isso que tem acontecido. A líder do CDS/PP tem sido uma companheira presente e solidária. Reconheço que sou um líder exigente. Tomo as minhas opções tendo em conta o que é melhor para o grupo e após consultá-lo. Neste contexto, sempre contei com o apoio e solidariedade da líder e dos militantes mais destacados do CDS/PP como é o caso do Prof. José Abreu, do Sr. Manuel Plácido e do Francisco Vilela, um grande Presidente de Junta e um homem simples e honesto

 

(...)

 

– Que opinião tem sobre o trabalho dos vereadores que acompanham Dinis Costa como Alberto Machado, Dora Gaspar e Vítor Hugo Salgado?
- Seria mais simpático ter uma resposta diplomaticamente correcta. Mas essa não é a minha forma de estar. Gosto de responder frontalmente às questões. O vereador do Executivo PS mais competente é o Alberto Machado. Independemente do seu perfil é o melhor. Pelo contrário, Vítor Hugo Salgado devia estar como começou. Ou seja, sem pelouros. Primeiro, a Câmara nao precisa de 3 vereadores a tempo inteiro mais o Presidente; segundo, é uma despesa considerável; e terceiro, não acrescenta nada. É o vereador mais “caro” do PS e o que saiu mais caro aos Vizelenses. Ainda não tinha pelouros e já nos custava mais de 6000 euros.

 


Miguel Lopes

publicado por José Manuel Faria às 10:48

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
VHS só uma pergunta simples,Quantos funcionários s...
Quim Barreiros e Expensive Soul nos festejos do 19...
Victor Hugo Salgado oficializa recandidatura em ma...
Se para festejar o dia do concelho são precisos ta...
AG até se entende que ao falares no passado não f...
Cada vez que leio o RV nem sei que diga em sei que...
283.000 pensionistas têm penções miseráveis, isso ...
São os memos argumentos da Opus Dei....
"Victor Hugo Salgado respondeu, mas antes voltou a...
Quantos quer? 1,3,5,6,7, quer com nomes começa no ...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO