20
Ago 12

publicado por José Manuel Faria às 10:17



A Lei eleitoral autárquica vai mesmo mudar:  o eleitor terá dois boletins de voto – um para a Assembleia de Freguesia que elegerá; Junta de Freguesia e Assembleia de Freguesia e, um segundo voto: Assembleia Municipal (novas competências) de onde sairão os membros do Órgão e o Presidente de Câmara – primeiro da lista mais votada. Este novo sistema provocará uma “revolução” eleitoral: o eleitor que opte por tal candidato, obrigatoriamente, contribuirá para fazer crescer a lista municipal por onde concorre. Quem gostar da Lista mas não do primeiro candidato terá um problema. Quem gostar do candidato mas não da lista outro problema terá. Creio que este dilema beneficiará os “grandes” partidos – bipolarização ao extremo.

publicado por José Manuel Faria às 09:06

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO