27
Set 12


"Na comemoração do seu 14º aniversário, a Câmara de Vizela decidiu, sem o aval da coligação PSD-CDS/PP, condecorar Mário Soares com a Medalha de Honra do Município. No entanto, a 19 de março, o antigo Presidente da República não veio a Vizela, alegando motivo de doença."


“Entregámos depois a medalha em Lisboa, numa das viagens que tive de realizar [à capital] em trabalho. Este não se encontrava e deixámo-la com a sua secretária, tendo este depois dirigido à Câmara uma mensagem de agradecimento”, conta o autarca Dinis Costa. “Se hoje o voltaria a convidar a vir a Vizela? Já dei alguns tiros no pé, às vezes acerto outras não, mas aquilo que tenho prometido, tenho cumprido”, acrescenta o presidente.

publicado por José Manuel Faria às 18:42

publicado por José Manuel Faria às 08:38



"Pensar o Bloco, encontrar-lhe um caminho para que se reforce e prossiga, refletir sobre o momento trágico que vivemos, encontrar propostas para um combate eficaz à vandalização neoliberal, tentar ultrapassar velhos métodos e edificar novos processos de funcionamento, superar correntes e libertar amarras, foram as razões, a nosso ver mais que suficientes, que estiveram na base da apresentação da moção B.

Este combate não começou só agora.

Durante o último ano e meio foram apresentadas listas alternativas às da direção em vários concelhos e distritos do país.

Aí nos encontrámos e partilhámos inquietações e perspetivas.

Foi um começo de encontro.

Encontrámo-nos na preocupação comum com a perda de influência do BE na sociedade portuguesa; na preocupação com a política sincrética que a direção vem transparecendo no último ano meio; na inquietação com a falta de democracia interna que tem por fim assegurar a perpetuação de situações que supostamente se queriam ultrapassadas.

Estamos determinados em contribuir para a construção de um partido mais plural, mais democrático, mais participativo e mais credível.  

Estamos, sobretudo, determinados em concorrer para a construção de um Bloco mais atuante e interventivo na realidade portuguesa, um Bloco próximo de cada um e cada uma, um Bloco sensível que ouça o bater de coração dos que eternamente pagam todas as crises.

E, finalmente, um Bloco em que ninguém se sinta estrangeiro dentro do seu próprio partido.
Albérico Afonso

publicado por José Manuel Faria às 08:21

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
Realmente????????Vejam se concordam:Tal como aos d...
agora é o Abrunhosa com a banda, é o toy, é a luis...
Que bem que o presidente da ACIV está nas fotos do...
Ás vezes o estar calado é o melhor, no JV vem uma ...
Preocupações pertinentes e que foram apresentadas ...
Um PSD ressabiado, tentando misturar nas tricas do...
-O futuro de Vizela foi abordado por Victor Hugo q...
O gury vais ver que foi por isso que o povo te pôs...
O gury vais ver que foi por isso que o povo te pôs...
No tempo em que lá andei resolvia-se o assunto com...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO