24
Dez 13

 

"O comunicado refere que foi à procura de “um consenso alargado que o Executivo PS convidou o vereador Miguel Lopes para um entendimento no que diz respeito às matérias mais importantes para o futuro do concelho, com inclusão no executivo municipal distribuindo-lhe alguns pelouros”.

 

No entanto, acrescenta a nota, os intervenientes foram “surpreendentemente, confrontados com uma situação anómala no que concerne á aceitação, por parte dos partidos que compõem a Coligação. Pior ainda foi o comunicado onde se lê a retirada da confiança politica ao vereador em causa”.

 

O Executivo Socialista e Miguel Lopes, dizem não se rever “em situações de dividir, mas sim para unir”, entendendo, “em conjunto e de pleno acordo, não dar sequencia ao projeto iniciado”, lê-se, acrescentando o comunicado que “o objetivo é reunir o máximo de consenso político á volta do maior partido, pós eleitoral, que é Vizela”.

Refere o Executivo do Partido Socialista, que “dará início a novas reuniões com os partidos da oposição, no início de janeiro, com vista ao maior entendimento possível para este mandato”."

 

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 17:21

publicado por José Manuel Faria às 11:34

publicado por José Manuel Faria às 11:31

publicado por José Manuel Faria às 11:27

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
AG até se entende que ao falares no passado não f...
Cada vez que leio o RV nem sei que diga em sei que...
283.000 pensionistas têm penções miseráveis, isso ...
São os memos argumentos da Opus Dei....
"Victor Hugo Salgado respondeu, mas antes voltou a...
Quantos quer? 1,3,5,6,7, quer com nomes começa no ...
O melhor vereador das Obras Municipais?!Basta ver ...
No sábado estivemos em destaque na SIC Notícias so...
Vem se vê que não pisca a pagina da Cãmara Municip...
fia-te na virgem e não corras…...vais peço esgoto!...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO