30
Dez 13

 

"(...) apenas o secretário-geral, Jerónimo de Sousa, e os dirigentes Francisco Lopes e António Filipe são da velha guarda do partido. Ao lado de Miguel Tiago estão outras caras, pouco ou nada conhecidas, que ajudam a fazer o PCP de hoje: João Oliveira, Bruno Dias, Rita Rato, Paula Santos, Carla Cruz, Paula Batista, Jorge Machado, João Ramos, David Costa e Paulo Sá. É o próprio Miguel Tiago quem afirma: “Estou no Parlamento com pessoas com quem estava na JCP"(...)"

 

Rejuvenescimento (renovação) etário, conservadorismo na ideologia“Em cada coisa que fazemos não estamos no alto da montanha a olhar para a história, nem podemos ser solenes em tudo o que fazemos, mas é a noção de tempo e de história que dá outra força àquilo que fazemos”, diz este deputado e membro do CC. “Faz mais sentido ter a noção de que esta luta em que participamos é muito mais do que esta vida. Encontramo-nos na luta da libertação da humanidade em que o PCP se insere e que é anterior ao PCP e que continuará depois de nós.”

 

PCP

publicado por José Manuel Faria às 09:36

 

1926, Macon, Estados Unidos. O jovem Eugene Allen vê seu pai ser morto sem piedade por Thomas Westfall (Alex Pettyfer), após estuprar a mãe do garoto. Percebendo o desespero do jovem e a gravidade do ato do filho, Annabeth Westfall (Vanessa Redgrave) decide transformá-lo em um criado de casa, ensinando-lhe boas maneiras e como servir os convidados.  Eugene (Forest Whitaker) cresce e passa a trabalhar em um hotel ao deixar a fazenda onde cresceu. Sua vida dá uma grande guinada quando tem a oportunidade de trabalhar na Casa Branca, servindo o presidente do país, políticos e convidados que vão ao local. Entretanto, as exigências do trabalho causam problemas com Gloria (Oprah Winfrey), a esposa de Eugene, e também com seu filho Louis (David Oyelowo), que não aceita a passividade do pai diante dos maus tratos recebidos pelos negros nos Estados Unidos.

 

 

Um filme mal amado pela critica, arrasado diria e, adjectivado de "académico", molengão ou de preguiçoso. Creio, pelo contrário, que há filmes necessariamente simples, previsíveis e que tocam ao sentimento cru(encontro final pai/filho). Uma película obrigatória: com uma representação principal a merecer o Óscar (Forest Whitaker/ do/"jogo de Lágrimas").

publicado por José Manuel Faria às 08:52

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO