15
Jan 14

 

Ponto 1 - Pelo que foi dado a entender, o Presidente de Câmara iria atribuir competências (pelouros)/a meio tempo ao Vereador André Castro (º4 da lista,PS);

 

Ponto 2- O "contrato" (atribuição de competências) entre o Presidente, Dinis Costa e o Vereador da coligação (PSD/CDS) foi desfeito por incompatibilidades políticas com a direcção da Coligação, não fosse o caso e, teríamos três Veradores com pelouros.

 

Ponto3 - Este, imbrólio, resolver-se-ia, com a substituição do nº 4 da lista, PS à Câmara pelo nº 5, Manuel Mendes Marques, Vereador com total disponibilidade política e sem impedimentos profissionais.

publicado por José Manuel Faria às 08:40

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO