29
Jan 14

 

 

"Acho bem que toda a gente seja paciente. Que todos fiquem à espera para ver se, depois das próximas eleições europeias, alguém acorda. Mas se ninguém acordar parece-me que a postura que resta para quem quer construir uma alternativa política credível e representativa, à esquerda, terá de ser a de arregaçar as mangas e meter mãos à obra. Não dá para continuar a esperar que a esquerda vença os seus mais mesquinhos sectarismos, os seus ódios a hordas de traidores e proscritos, enquanto este país se afunda. Não dá para repetir tentativas falhadas de vencer esta cultura e que acabam em frustração e descrédito, motivo natural de chacota e piada. De uma coisa não tenho dúvidas: basta aparecer à esquerda uma força digna de algum respeito e credibilidade para que aconteça um terramoto político em Portugal. E quem não estiver disposto a ser apenas uma parte de uma coisa maior deixará provavelmente de ter existência política digna de nota."

 http://expresso.sapo.pt/esquerda-to-be-or-not-to-be=f852975#ixzz2rm52a8hY

publicado por José Manuel Faria às 08:33

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Está um comentário no faceboock do Prof. José Man...
E todos gostariam de saber a parte que tocou à ACI...
Sinceramente acho que ninguém tem que duvidar do v...
“meio milhão de euros é quanto a Câmara Municipal ...
não era essa a ideia que tinha do primo mas devere...
Jornal de Vizela Como será possível que em Vizela ...
Do primo a que se referiu.
Também fiquei a olhar!!!!!!!!!!!!!O outro que ulti...
Fala do primo dele. o Arnaldo. "Capacidade, formaç...
"capacidade, formação e arrojo"? não sei que primo...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO