14
Nov 14

 

Os partidos reflectem esta tendência. Dos 40,2% de intenções de voto que reunia em Outubro, o PS passou para 38,5%. No PSD, o comportamento foi inverso: o partido de Passos Coelho subiu de 27,4% para 31,1%.

 

Porém, todas estas variações acabam por cair na margem de erro da sondagem, que é de 4%. Evidente, para já, é o enorme fosso que separa partidos e respectivos líderes, uma diferença que se esbate quando a comparação é feita entre partidos. António Costa continua a ter uma vantagem de 21 pontos face a Passos Coelho (menos cinco pontos do que em Outubro), enquanto o PS vê a diferença face ao PSD passar para quase metade (7,4 contra 13 pontos percentuais).

 

Já as intenções de votos nos restantes partidos tiveram um único sentido: descendente. O partido minoritário do Governo desceu de 6,1% para 5,2%; a CDU de 9,2% para 7,9%; enquanto o BE passou de 7,7% para 6%.

 

Vale a ainda pena destacar o rompimento de dois novos partidos: O Partido Democrático Republicano (PDR), de Marinho e Pinto, que surge nesta sondagem com 2,1% dos votos, uma percentagem idêntica à do Livre, partido dirigido por Rui Tavares.

JNegócios

publicado por José Manuel Faria às 18:48

 

publicado por José Manuel Faria às 17:09

Plataforma 2014

 

Camarada
Se, como nós, pensas que as coisas no Bloco têm corrido mal e a atual
direção, corporizada agora pelas moções U e E, não tem sabido dar
resposta adequada aos problemas
Se, como nós, sentes que o Bloco não está a ser capaz de interagir com a
população portuguesa, captando e dando resposta aos seus
descontentamento e reivindicações
Se, como nós, julgas que o Bloco precisa urgentemente de mais
democracia e menos sectarismo
Se, como nós, achas que só falando honesta e lealmente, entre nós e
com os outros, se consegue progredir
Se, como nós, consideras que quem anda há anos a alertar para erros
vários e as suas consequências e a propor soluções merece uma
oportunidade de pôr em prática essas soluções
Se, como nós, pensas que nesta altura da vida do Bloco, em que
começam a surgir em força os conflitos pela liderança típicos de outros
partidos, é melhor regressarmos à direção colegial dos primeiros tempos
com um grupo alargado de porta-vozes
Se, como nós, crês que só haverá uma verdadeira resposta socialista aos 

problemas de Portugal e do mundo se ela integrar uma fortíssima
componente ecológica e de sustentabilidade

publicado por José Manuel Faria às 09:07

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
45.000€ para um monumento dos Lions. tudo apoiante...
“oposição que hoje temos em Vizela”Pois VHS o teu...
Merecia mais o Sr., Padre Constantino, pelo menos ...
Anónimo a 22 de Junho de 2019 às 19:57Com fotos ou...
E quem tem história na cidade?TU?
Tás preocupado com as fotos? Afinal para quem são ...
Quem são e lions?Os que acompanham nos eventos, na...
Sr. anónimo de junho das16:55, eu não queria eu ex...
Mais uma vergonha deste executivo. rotunda alusiva...
Mas querias a bolsa, certo?
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO