11
Mar 15

 

 parte 1, 2 e 3.

publicado por José Manuel Faria às 11:19

 

"A homossexualidade é uma “contra-indicação” para uma carreira no Exército, à semelhança do alcoolismo e do consumo de drogas. Esta era a informação que constava até ontem no site da instituição, numa página vinculada ao gabinete de atendimento de Castelo Branco e em que são especificadas as condições de candidatura e de admissão ao serviço efectivo de voluntariado, que substituiu o serviço militar obrigatório. “Contra-indicação [para a selecção]: fonação, obesidade, alcoolismo, homossexualidade, consumo de drogas”, lia-se na página. Contactado pelo i, o porta-voz do Exército garantiu por email que a referência à homossexualidade é “um lapso, isolado, e que será prontamente rectificado”. Ao final do dia a informação já não estava online.

Cerca de um hora antes de ser eliminado o conteúdo referente às “contra-indicações”, o que aconteceu por volta das 20h, o tenente-coronel Góis Pires garantiu que o Exército lamenta e não se revê na informação apresentada e que não adopta “práticas discriminatórias” associadas às opções sexuais."

publicado por José Manuel Faria às 09:15

 

publicado por José Manuel Faria às 08:54

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Porque não respondeu no Facebook?Ao menos o Sr. An...
que bonito o cortejo, tinha outra vida se fossem a...
ANÓNIMO A 9 DE DEZEMBRO DE 2019 ÀS 10:15Chamar BUR...
este executivo priveligia tudo aquilo que já cheir...
O PREÇO DE QUEM NÃO OBEDECE A VICTOR HUGO SALGADO:...
Anónimo de 5 de Dezembro de 2019 ás 13:11Comentári...
Vizela parece uma aldeia, que pirosice, TVI ao dom...
Na minha viagem pelo Faceebook sobre a venda do CA...
Sr, Anónimo vai ver que se fosse na CASA do PARK n...
Muito bom mesmo,ahahahahahahahahhah
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO