28
Mar 15

 

 

O florista foi ao barbeiro para cortar o cabelo. Após o corte, perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:

_ Não posso aceitar dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O florista, feliz, saiu. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista.

Mais tarde, no mesmo dia, veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:

_ Não posso aceitar dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O padeiro, feliz, saiu. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro.

No terceiro dia, veio um deputado para um corte de cabelo. Novamente, ao pagar, o barbeiro disse:

_ Não posso aceitar dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O deputado, feliz, saiu. No dia seguinte, quando o barbeiro abriu a barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar o cabelo.

Esta é a diferença entre cidadãos anónimos e políticos.

http://sempenisneminveja.blogs.sapo.pt/

publicado por José Manuel Faria às 22:44

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:17

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Vizela continua a dever muitos milhões.Quando Dini...
O autarca fala de uma Casa da Cultura “muito sonh...
Mais informamos que a partir das 23h está proibida...
Em outubro de 2017, após as eleições autárquicas,...
E não é que o homem tem razão?! Crime para a nossa...
Os verdadeiros Vizelenses não precisam de se andar...
ANÓNIMO A 28 DE JUNHO DE 2020 ÀS 17:14A que anos s...
Nos 2 primeiros anos VHS não fez parte do executiv...
Assembleia MunicipalPergunta:"No início da paralel...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO