28
Mar 15

 

 

O florista foi ao barbeiro para cortar o cabelo. Após o corte, perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:

_ Não posso aceitar dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O florista, feliz, saiu. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista.

Mais tarde, no mesmo dia, veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:

_ Não posso aceitar dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O padeiro, feliz, saiu. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro.

No terceiro dia, veio um deputado para um corte de cabelo. Novamente, ao pagar, o barbeiro disse:

_ Não posso aceitar dinheiro porque estou prestando serviço comunitário esta semana.

O deputado, feliz, saiu. No dia seguinte, quando o barbeiro abriu a barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar o cabelo.

Esta é a diferença entre cidadãos anónimos e políticos.

http://sempenisneminveja.blogs.sapo.pt/

publicado por José Manuel Faria às 22:44

 

 

publicado por José Manuel Faria às 11:17

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Porque não respondeu no Facebook?Ao menos o Sr. An...
que bonito o cortejo, tinha outra vida se fossem a...
ANÓNIMO A 9 DE DEZEMBRO DE 2019 ÀS 10:15Chamar BUR...
este executivo priveligia tudo aquilo que já cheir...
O PREÇO DE QUEM NÃO OBEDECE A VICTOR HUGO SALGADO:...
Anónimo de 5 de Dezembro de 2019 ás 13:11Comentári...
Vizela parece uma aldeia, que pirosice, TVI ao dom...
Na minha viagem pelo Faceebook sobre a venda do CA...
Sr, Anónimo vai ver que se fosse na CASA do PARK n...
Muito bom mesmo,ahahahahahahahahhah
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO