24
Mar 15

Bloco de Esquerda

                                                                                            LIVRE/Tempo de Avançar

 Ag!r/PTP

publicado por José Manuel Faria às 08:34

23
Mar 15
 

 

 

Quem diria que um partido/Movimento nascido do encontro de três organizações políticas em 1999 e, que atingiu o seu máximo eleitoral dez anos depois, 2009, com eleição de dezasseis deputados, daria origem (núcleos fundadores) a três novos partidos: MAS /fracção trotskista morenista; LIVRE/sociais-democratas de esquerda, pós/marxistas e Ag!r/PTP/centro/esquerda - dois deles apelidados de pró/PS, conotação errada e sectária - estes aparecem pela aversão do BE e do PCP ao poder, pois sabem que sozinhos caminham para a oposição abrindo novamente as portas de S. Bento à direita reaccionária ou ao PS (ala direita). O LIVRE/tempo de avançar e, provavelmente, o Ag!r têm como objectivo central afastar a direita do governo e, caso o PS vença, estarão abertos a encontros construtivos e de programa político de esquerda na defesa da escola pública, SNS,Constituição,renegociação da dívida e combate à política austeritária, (estúpida e contraproducente) emanada de Berlim.

publicado por José Manuel Faria às 09:09

22
Mar 15

Tanya Mityushina

publicado por José Manuel Faria às 10:59

 

publicado por José Manuel Faria às 09:42

21
Mar 15

 

publicado por José Manuel Faria às 12:43

O Concelho de Vizela é autonomamente livre há dezassete (1998). O PS governa-o desde sempre em maioria absoluta e, as oposições dentro do possível apresentaram alternativas, reprovadas, sempre. A rede de transportes urbanos, o planeamento rural/urbano/industrial/comercial e de serviços, o custo económico (taxas/impostos), as estruturas sociais, culturais, recreativas e desportivas municipais, os contratos de cedência das Termas/Parque/zona ribeirinha as novas urbanizações nas margens do rio Vizela e os variadíssimos apoios, (alguns discriminatórios), ao social, recreativo e desportivo privado – todos estes indicadores (resultados), por assim dizer, são da inteira responsabilidade dos Presidentes:Francisco Ferreira e Dinis Costa e, suas equipas de trabalho, registo: Joaquim Costa, Alberto Machado, Victor Hugo e Dora Gaspar - não esquecer as maiorias absolutas socialistas das Assembleias Municipais.

Creio ser o momento ideal para as oposições: PSD, CDS, PCP, BE e MIV (1º mandato) apresentarem o seu balanço destes dezassete anos de “independência”.

Por mim, nota 11.

publicado por José Manuel Faria às 08:53

20
Mar 15

 

publicado por José Manuel Faria às 11:53

19
Mar 15

 

publicado por José Manuel Faria às 08:58

 

publicado por José Manuel Faria às 08:53

 

publicado por José Manuel Faria às 08:51

 

 

publicado por José Manuel Faria às 08:42

 

publicado por José Manuel Faria às 08:24

18
Mar 15

 "A Comissão Coordenadora do TEMPO DE AVANÇAR aprovou a utilização pública da denominação e imagem da candidatura, tal como aparecerá nos boletins de voto: LIVRE/TEMPO DE AVANÇAR. Esta denominação decorre do que foi aprovado em convenção, dependendo a sua oficialização e registo no Tribunal Constitucional de aprovação em congresso do LIVRE. A papoila - símbolo do LIVRE - deverá ser o símbolo da candidatura.
Note-se que o movimento TEMPO DE AVANÇAR, assim como as organizações que o apoiam, continuam a ter total autonomia. Mas a necessidade de ter uma mensagem mais clara e dar a conhecer a forma como esta candidatura irá a votos levou-nos a assumir desde já esta nova imagem."

publicado por José Manuel Faria às 17:02

Votação na Reunião Plenária nº. 82, Texto final.

Aprovado

Contra: PSD, Alberto Marques (PS), Sónia Fertuzinhos (PS)

A Favor: PS, CDS-PP, PCP, PEV

Lei 63/98, de 1 de Setembro

  • Corpo emitente: ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
  • Fonte: DIARIO DA REPUBLICA - 1.ª SERIE A, Nº 201, de 01.09.1998, Pág. 4526
  • Data: 1998-09-01.

Sumário

Cria o município de Vizela, com sede em Vizela, no distrito de Braga e eleva a vila sede de concelho à categoria de cidade. Dispõe sobre a constituição e delimitação do referido município, criando uma comissão instaladora, cujo objectivo será a instalação dos orgãos do município e define as competências da mesma.

Texto do documento

 

Lei 63/98
de 1 de Setembro
Criação do município de Vizela e elevação a cidade
A Assembleia da República decreta, nos termos dos artigos 161.º, alínea c), 164.º, alínea n), e 166.º, n.º 3, e do artigo 112.º, n.º 5, da Constituição, para valer como lei geral da República, o seguinte:

Artigo 1.º
Criação do município de Vizela e elevação a cidade
1 - Através do presente diploma é criado o município de Vizela, com sede em Vizela, que fica a pertencer ao distrito de Braga.

2 - A vila sede de concelho, Vizela, é elevada à categoria de cidade.
Artigo 2.º
Constituição e delimitação
O município de Vizela é constituído pelas freguesias seguintes:
a) Freguesia de São Miguel das Caldas de Vizela, a destacar do actual município de Guimarães;

b) Freguesia de São João das Caldas de Vizela, a destacar do actual município de Guimarães;

c) Freguesia de Santa Eulália de Barrosas, a destacar do actual município de Lousada;

d) Freguesia de Santo Adrião de Vizela, a destacar do actual município de Felgueiras;

e) Freguesia de Infias, a destacar do actual município de Guimarães;
f) Freguesia de Tagilde, a destacar do actual município de Guimarães; e
g) Freguesia de São Paio de Vizela, a destacar do actual município de Guimarães.

Artigo 3.º
Comissão instaladora
1 - Com vista à instalação dos órgãos do município de Vizela é criada uma comissão instaladora, que iniciará funções no 15.º dia posterior à data da publicação da presente lei.

2 - A comissão instaladora prevista no número anterior será composta por cinco membros, designados pelo Governo, os quais serão escolhidos tendo em consideração os resultados eleitorais globais obtidos pelas forças políticas nas últimas eleições autárquicas realizadas para as assembleias de freguesia que integram o novo município, e devendo um deles ser membro dos corpos gerentes do Movimento para a Restauração do Concelho de Vizela.

3 - O Governo indicará, de entre os cinco membros designados, aquele que presidirá à comissão instaladora.

4 - A comissão instaladora receberá os apoios técnico e financeiro do Governo necessários à sua actividade.

Artigo 4.º
Competências da comissão instaladora
1 - Compete à comissão instaladora elaborar um relatório donde constem, tendo em vista o disposto na lei, a discriminação dos bens, universalidades e quaisquer direitos e obrigações dos municípios de Guimarães, Felgueiras e Lousada, que se transferem para o município de Vizela.

2 - A relação discriminada dos bens, universalidades e direitos elaborada nos termos do número anterior será homologada pelos membros do Governo competentes e publicada no Diário da República, 2.ª série.

3 - A transmissão dos bens, universalidades, direitos e obrigações referidos nos números anteriores efectua-se por força da lei, dependendo o respectivo registo de simples requerimento.

4 - Compete ainda à comissão instaladora promover as acções necessárias à instalação dos órgãos do novo município e assegurar a gestão corrente da autarquia.

Artigo 5.º
Eleição dos órgãos do município
1 - Às eleições dos órgãos do novo município e dos órgãos dos municípios afectados pela presente lei aplicam-se as normas pertinentes da Lei Quadro de Criação de Municípios.

2 - Com a entrada em vigor da presente lei cessam as suas funções, como membros das assembleias municipais afectadas, os que o sejam por serem presidentes das juntas de freguesia da área do novo município, mantendo-se em funções todos os restantes eleitos.

Artigo 6.º
Disposição transitória
No novo município, até deliberação em contrário dos órgãos competentes a eleger, mantêm-se em vigor, na área de cada freguesia, os regulamentos dos municípios de origem.

Artigo 7.º
Entrada em vigor
A presente lei entra em vigor 15 dias após a sua publicação.
Aprovada em 18 de Junho de 1998.
O Presidente da Assembleia da República, António de Almeida Santos.
Promulgada em 30 de Julho de 1998.
Publique-se.
O Presidente da República, JORGE SAMPAIO.
Referendada em 20 de Agosto de 1998.
Pelo Primeiro-Ministro, Jaime José Matos da Gama, Ministro dos Negócios Estrangeiros.

 

 

 

publicado por José Manuel Faria às 08:10

17
Mar 15

 O novo treinador: Jorge Simão.

Numa breve declaração de Nuno Almeida, assessor da SAD do Belenenses, ficou confirmada a contratação de Jorge Simão para assumir o comando da equipa até final da época, sucedendo no cargo a Lito Vidigal.

Nuno Almeida não permitiu qualquer pergunta aos jornalistas presentes, nem se referiu à situação de Lito Vidigal.

A única referência foi feita através da rede social twitter, onde em resposta a uma pergunta de um adepto foi escrito: «Temos um projeto a oito anos que passa por potenciar jovens portugueses. Lito não concordava. O diferendo vem da pré-época"

publicado por José Manuel Faria às 18:59

Francisco Ângelo da Silva Ferreira, ex: Edil de Vizela e empresário de sucesso, insiste em deduzir Acusação Particular e Pedido de indeminização civil contra: José Manuel Faria, dono e responsável único do Blogue “Ruptura Vizela”, tudo começou a 15/02/2013, pelas 18:52 horas:

O “culpado” é o demoníaco Guri – com os seus cinco comentários –

Exemplo 1: foi na data acima referida – “É isso aí Dinis! A Câmara é a casa e a Assembleia do Povo, mas se o Francisco for para a Câmara, vai mudar o nome de Câmara Municipal de Vizela para Fundação Enche os Bolsos do Ferreira e da Família! (…).

publicado por José Manuel Faria às 10:16

16
Mar 15

 

A causa da dificuldade de criação de um movimento democrático radical e socialista português é a extrema luta pelo protagonismo individual e de grupo que corta qualquer vontade/interesse pelo seu nascimento. Há linha gerais programáticas que unem os partidos/organizações/associações políticas à esquerda do PS:

1 – Defesa da Constituição;

2 – Defesa do SNS, fim das taxas moderadoras;

3– Defesa do Ensino Público universal e gratuito;

4 – Renegociação da divida soberana;

5 – Defesa de uma União Europeia democrática e unitária entre os seus membros;

6 – Combate às rendas chorudas das PPPs;

7 – Combate aos off/shores;

8 – Defesa dos direitos adquiridos pelos trabalhadores;

9 – Apoio às iniciativas de micro/pequenos e médios empresários;

10 – Defesa da água e energia pública;

11 – Renacionalização da EDP, PT, Galp e CTT;

12 – Defesa da TAP pública;

13 – Diminuição dos vencimentos das administrações de empresas públicas;

14 – O fim dos “Vistos gold”;

15 – Combate à corrupção no poder central, regional e local;

16 – Combate à fuga ao fisco com inspecções recorrentes às empresas;

17 – Rigor nas despesas militares nacionais e com a Nato;

18 – Abertura de um processo livre e democrático sobre a nossa participação na Nato;

19 – Aumento salário mínimo, 600 euros;

20 – RTP pública com salários máximos limitados pelo do Presidente da República;

21 – Reposição de salários, pensões e diminuição do IRS e IVA.

22- Entre outras.....

Ps: Com um programa mínimo deste tipo e a criação de uma Comissão Política alargada com elementos do Bloco de Esquerda,/LIVRE – Tempo de Avançar, Agir, Juntos Podemos, PAN, MAS, Movimentos independentes de esquerda e Movimentos sociais de combates vários e, com um Líder como Francisco Louça e uma candidatura presidencial definida: Carvalho da Silva, teríamos uma Lista para 10/15% do eleitorado com tendência para crescer.

 Ps: O PCP não faria parte devido às suas características ideológicas e de funcionamento.

Ps: Estamos a 4 meses da entrega das listas nos tribunais.

 

publicado por José Manuel Faria às 09:02

15
Mar 15

 

publicado por José Manuel Faria às 11:23

 

publicado por José Manuel Faria às 11:19

 

publicado por José Manuel Faria às 09:37

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Alargar o período experimental para 180 dias foi a...
"Homem pequeno, o Diabo o cagou'", adágio popular!
Dora Gaspar esteve tantos anos no desempenho de fu...
Mais uma vez a liderança da Coligação PSD/CDS-PP a...
Um aumento de despesas com pessoal de 1,7 milhões ...
Volta e meia lá surge uma notícia, plantada num do...
VHS as festas são feitas por ALGUNS funcionários d...
Caiu esse, e depois de Israel aos EUA passando pel...
Victor Hugo Salgado, presidente da CMV, explicou q...
ALEGADAMENTE o artigo de opinião de Luís Almeida d...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO