17
Mar 16

Este ano, há festa no Jardim Manuel Faria, na tarde do 19 de março. Entre as 14h30 e as 19h00 estará patente no centro da cidade uma feira de comes e bebes promovida pelas Associações de Pais das escolas, acompanhada de animação musical. Já no auditório dos Bombeiros Voluntários de Vizela, às 18h00, terá lugar a apresentação do livro “Atas das Jornadas do Património Local 2015”. Neste dia haverá também desporto. A partir das 09h00, no Pavilhão Gimnodesportivo da EB 2,3 de Vizela, realiza-se o II Torneio de Ténis de Mesa “Cidade de Vizela” – prova organizada pela Casa do Povo de Vizela, Associação de Ténis de Mesa de Braga e pela Câmara Municipal. Na sexta-feira, dia 18, a Sociedade Filarmónica Vizelense vai abrilhantar a data com um Concerto de Gala, no auditório da EB 2,3 de Vizela, às 21h00.

rádio Vizela

publicado por José Manuel Faria às 11:39

 - Margarida Botelho regista que o PCP é um Partido Revolucionário: neste texto - http://avante.pt/pt/2207/opiniao/139509/

 

4. No regime de liberdade que o PCP propõe ao povo português, as eleições são fundamento directo do poder político e da legitimidade de constituição dos seus órgãos.

Esta componente do regime de liberdade exige que as eleições sejam realizadas de acordo com princípios que garantam a democraticidade de todo o processo e a representatividade dos eleitos com eliminação efectiva de pressões e coacções económicas, sociais e morais, e dos métodos de manipulação da opinião pública e de falseamento da vontade popular.

A democraticidade das eleições não depende só das condições em que decorre o processo e a campanha eleitoral. Depende também da situação existente fora dos períodos eleitorais, do grau de exercício efectivo das liberdades e da participação e intervenção regular dos cidadãos na vida nacional.

Assim como o poder político encontra fundamento de legitimidade na vontade popular expressa em eleições verdadeiramente democráticas, assim aqueles que exercem o poder político perdem a legitimidade se não respeitam a legalidade democrática e actuam para destruir o regime democrático.

São princípios essenciais do processo eleitoral:

– o sufrágio universal directo, secreto e periódico;

– a capacidade activa e passiva a partir dos 18 anos;

– o sistema de representação proporcional na conversão de votos em mandatos na eleição directa da Assembleia da República, do Parlamento Europeu, das Assembleias Legislativas Regionais, de todas as assembleias das autarquias e das câmaras municipais;

– o recenseamento único para todas as eleições, controlado pelos cidadãos e pelos partidos políticos, obrigatório para os eleitores residentes no território nacional;

– o acesso aos meios de comunicação social e a todas as outras formas de contacto e esclarecimento dos eleitores em condições de igualdade e efectiva liberdade;

– a fiscalização livre e eficaz das eleições.

http://pcp.pt/programa-do-pcp

 

 - Um Partido revolucionário não defende estes princípios

publicado por José Manuel Faria às 08:57

 

publicado por José Manuel Faria às 08:13

Março 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27


comentários recentes
António Costa protagoniza arruada este domingo em ...
e o carvalhinho tambem entra nas contas? Sempre no...
Um livro, critérios diferentes:O livro das bandas ...
Quem é esta Irene Costa?É Socialista? militante? h...
"Não deixei de ser quem fui, não vou alterar em na...
Comissão Administrativa da Concelhia do Partido So...
Os PS (grandes) só se lembram dos militantes para ...
Olha os socialistas interesseiros, quando dava jei...
Um milhão de euros!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
Convém informar quais os funcionários que passam/r...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO