31
Mar 17

 

publicado por José Manuel Faria às 23:24

Há uns 2 anos, creio, ligou-me uma colega, professora universitária numa universidade no oriente. Estudámos juntas há 20 anos. Doutorada, foi uma das 500 mil pessoas que saiu do país. Perguntava-me se devia arriscar voltar para um eventual contrato aqui. Perguntei-lhe qual a situação dela. Respondeu-me, "não é só a minha...", os meus pais, trabalhadores manuais/indiferenciados foram despedidos com 50 anos, sou eu que lhes estou a pagar a casa ao Banco. O Banco nunca foi expropriado pelo Governo PS ou CDS-PSD ou PS de novo, mas os accionistas do banco foram resgatados, ou resolvidos, ou recapitalizados com dinheiros públicos que para serem pagos garantiram o despedimento dos pais dela e de mais de 700 mil portugueses desde 2008 que como ela acharam que este país não era nem para velhos nem para novos. O Estado podia ter garantido estas dívidas - trata-se de um bem de consumo básico, habitação; promovido o emprego. Em troca garante dívidas de grupos obscuros de casino que supostamente estariam a comprar os bancos que não valem nada - valem, muito, valem a vida dela, que ficou lá, no oriente. E a dos pais, que se viram sem vida e sem direito ao trabalho aos 50 anos. É este o significado destas políticas como a de garantir hoje mais 4 mil milhões ao Novo Banco - é a destruição do país, o exílio económico dos mais produtivos e jovens trabalhadores, a quebra do Estado Social e a indignidade da vida de pessoas que toda a vida puderam ter o mínimo, e o mínimo é viver do seu trabalho. O último a sair daqui fecha a porta e a luz?

publicado por José Manuel Faria às 17:34

 

publicado por José Manuel Faria às 12:14

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20



comentários recentes
Tu queres ver que foi o governo que incendiou os m...
-essa cambada de invejosos machistas-De certeza qu...
Nota se,vai uma de 120 mil e outra de 20 mil vamos...
QUE SE PASSOU, PORRA
Dora Gaspar tem de ser mesmo muito competente para...
será que, á semelhança do parlamento, temos falsas...
está toda a gente com medo
Diz a Dora, quero o melhor para a minha cidade, tu...
Esse realmente está em todas, não dá muito para co...
venham daí as "declarações bombásticas"
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO