10
Abr 17

publicado por José Manuel Faria às 22:47

 

publicado por José Manuel Faria às 11:37

"Quebrada a tradição com mais de 60 anos quando o Belenenses visita o Estádio do FC Porto.

Quando o Belenenses visita a invicta a equipa costuma entrar com a bandeira do FC Porto em forma de homenagem a Pavão, jogador dos azuis e brancos falecido em campo aos 26 anos, e também em forma de retribuição pela colocação de uma coroa de flores no mausoléu de José Manuel Soares ‘Pepe’, duas tradições que já levam 60 anos.

Mas este sábado, no Estádio do Dragão, a entrada da equipa do Belenenses não cumpriu a referida tradição. O motivo, e de acordo com o que terá apurado o jornal Record junto da SAD azul, prende-se com o facto de ter sido sempre o emblema da casa a ceder a sua bandeira e desta vez não o terá feito, justificando que quando se desloca ao Restelo não é o emblema da cruz de Cristo que cede a coroa de flores, no entanto existe a versão que as relações menos cordiais entre os dois emblemas poderão ser o verdadeiro motivo.

De acordo com o que o jornal Record apurou junto de alguém próximo da estrutura da SAD azul, a situação será resolvida passando o Belenenses a viajar com a bandeira na bagagem da comitiva nas próximas visitas à cidade invicta."

Porto/Belenenses

publicado por José Manuel Faria às 11:25

Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
Já não estou a perceber nada ????????Então o Armin...
B...quê?não são mais de 17 gajos, com desejos de p...
As falhas parece que estão noutro campo, caro amig...
Outra vez zé manelTudo que seja contra (este) pres...
Na casa do povo era povo ou cenário? só vi lá uma ...
A GENTE, que está a frente do B.E. de Vizela, pelo...
que gentinha sem informação... o problema arrasta ...
mas a noticia interessa para alguma coisa?o que el...
Dizes bem Vitor Hugo, Vizela está diferente, mas t...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO