25
Set 17

 

publicado por José Manuel Faria às 20:00

No documento entregue ao Executivo, na Reunião de Câmara realizada esta manhã, Cidália Cunha vem dizer que o Chefe do GAP recebeu, por isso, “uma remuneração ao longo de todo o mandato que é também ilegal, lesando assim o Município em alguns milhares de euros”. Para sustentar as suas afirmações, Cidália Cunha mencionou a lei nº 73/2013 de 12 de setembro e o Decreto-Lei nº11/2012 de 20 de Janeiro, para dizer que “os membros dos gabinetes exercem as suas funções em regime de exclusividade, com renúncia ao exercício de outra atividade ou funções de natureza profissional, pública ou privada, exercidas com caráter regular ou não e independentemente de serem ou não remuneradas”.

publicado por José Manuel Faria às 18:20

Na comunicação agora emitida, João Polery vem garantir que não exerce funções de gerente, ou quaisquer outras, na referida sociedade Fonte Fresca – Distribuição de Água, Lda, afirmando que “as suas funções cessaram, por renúncia, no final de 2007, conforme registo efetuado na Conservatória do Registo Comercial em 26/12/2007”. “Assim, o voto de protesto baseia-se numa falsidade, assente no exercício irresponsável e ligeiro do direito de intervir na Reunião de Câmara, com o único intuito de me prejudicar, enquanto candidato, e confundir os eleitores, prejudicando o livre exercício da cidadania e do sufrágio com propósitos ínvios, ao serviço de candidatos adversários por parte de quem não foi de boa memória para a lista pela qual exerceu funções e que, por essa razão, não viu renovada a confiança que outrora mereceu”, acrescenta o Chefe do GAP.

Quanto à sociedade Veta Larga – Trading, Lda, João Polery admite que ainda é formalmente gerente, em conjunto com outras entidades não remuneradas. “No entanto, trata-se de uma sociedade inativa há vários anos, sem qualquer atividade ou operação comercial desde meados de 2009, na qual mantive formalmente a gerência apenas por impossibilidade legal em dissolver a sociedade, já que a mesma possui um crédito que mereceu o recurso à via judicial num processo contra uma sociedade comercial que se arrastou por cinco anos e que obteve sentença favorável recentemente, em 06/07/2017”, justifica o visado.

Na comunicação agora emitida, João Polery vem garantir que não exerce funções de gerente, ou quaisquer outras, na referida sociedade Fonte Fresca – Distribuição de Água, Lda, afirmando que “as suas funções cessaram, por renúncia, no final de 2007, conforme registo efetuado na Conservatória do Registo Comercial em 26/12/2007”. “Assim, o voto de protesto baseia-se numa falsidade, assente no exercício irresponsável e ligeiro do direito de intervir na Reunião de Câmara, com o único intuito de me prejudicar, enquanto candidato, e confundir os eleitores, prejudicando o livre exercício da cidadania e do sufrágio com propósitos ínvios, ao serviço de candidatos adversários por parte de quem não foi de boa memória para a lista pela qual exerceu funções e que, por essa razão, não viu renovada a confiança que outrora mereceu”, acrescenta o Chefe do GAP.

Quanto à sociedade Veta Larga – Trading, Lda, João Polery admite que ainda é formalmente gerente, em conjunto com outras entidades não remuneradas. “No entanto, trata-se de uma sociedade inativa há vários anos, sem qualquer atividade ou operação comercial desde meados de 2009, na qual mantive formalmente a gerência apenas por impossibilidade legal em dissolver a sociedade, já que a mesma possui um crédito que mereceu o recurso à via judicial num processo contra uma sociedade comercial que se arrastou por cinco anos e que obteve sentença favorável recentemente, em 06/07/2017”, justifica o visado.

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 18:08

A candidatura VIZELA SEMPRE VICTOR HUGO SALGADO INDEPENDENTES deve um pedido de desculpas ao candidato do PS à Câmara, Dr. EUGÉNIO SIVA.

No último RVJORNAL, o Dr. FRANCISCO FERREIRA desferiu um ataque muito baixo, reles e ordinário contra o candidato do PS à Câmara, Dr. EUGÉNIO SILVA, pondo em causa o seu direito ao bom nome.

Expressões como “não é grande peça”, “foi vender farrapos para o Porto”, “é um troca tintas”, “acenaram-lhe com um prato de lentilhas”, “mente e é ignorante”, “paraquedista”, “na escola eras fraquinho”, “durante a vida não aprendeste nada”, “ podias aprender a ser honesto”, “não tem um pingo de honestidade”, “este Eugénio Silva é um autêntico nabo!!!”, “prestas-te a fazer uma “vendeta”, “armado em historiador, fizeste um livro sobre a história dos Bombeiros de Vizela que é uma vergonha”, foram utilizadas pelo Dr. FRANCISCO FERREIRA para denegrir a imagem de um Homem sério, que fez do trabalho honesto e da busca pelo saber e pelo conhecimento o seu lema de vida e um exemplo para todos os vizelenses. Afinal, vender farrapos é tão digno como exercer medicina ou gerir empresas, mesmo que nem sempre com grande sucesso!

Estas expressões contrastam com o teor do comunicado do MOVIMENTO VIZELA SEMPRE publicado no DIÁRIO DIGITAL DE VIZELA, no dia 04 de dezembro de 2016 que dizia isto: “ (…) a Associação Vizela Sempre vai promover, no próximo dia 6 de dezembro, pelas 21 horas, no Chalé do Parque das Termas, um debate moderado pelo Dr. Armindo Faria, subordinado ao tema “Cultura em Vizela, Presente e Futuro...”, para o qual convidou a participar, de forma independente e sem qualquer vínculo ou relação política, 3 Vizelenses de relevo nesta área, pelo trabalho que têm feito em prol da nossa cultura local, ao longo dos últimos anos, desde logo: Hélder Magalhães, Conceição Lima e Eugénio Silva. Por último, e não menos importante, o Movimento Vizela Sempre aproveita este meio para, uma vez mais, manifestar publicamente o seu agradecimento (…) pelo facto dos ilustres vizelenses supra referidos terem aceite o convite para discutir este tema”.

Ora, sendo o Dr. Francisco Ferreira o principal impulsionador e apoiante da candidatura do MOVIMENTO VIZELA SEMPRE, estranha-se que o Dr. VICTOR HUGO SALGADO ainda não tenha condenado as palavras ofensivas do Dr. Francisco Ferreira e endereçado um pedido de desculpas ao Dr. Eugénio Silva.Já passaram quatro dias, mas ainda o pode fazer.
Se não o fizer, VICTOR HUGO SALGADO faz de conta mais uma vez que é candidato à Câmara, mas, na verdade, não passa de um pau mandado do Dr. Francisco Ferreira.

Carlos Alberto Costa

 

publicado por José Manuel Faria às 12:05

"(...) Estamos a uma semana das Autárquicas de 01 de outubro e “a expetativa é que o Bloco de Esquerda possa dar um grande salto eleitoral ao nível nacional e em Vizela”, referiu Pedro Soares, lembrando que o Bloco “tem tido uma grande intervenção em matérias que se relacionam diretamente com Vizela”. “No que toca às Termas, à despoluição do Rio Vizela, e julgo que as pessoas vão reconhecer esse trabalho. Temos excelentes candidatos, jovens e conhecedores da terra e sendo eleitos vão defender a população, transformar este Município mais amigo das pessoas”.

Perante uma situação política “caraterística e especial devido às divisões partidárias, que se combatem entre si, mas nós temos equipa para mudar, para fazer parte da vida ativa política, na Assembleia e na Câmara Municipal”, disse o candidato à Assembleia Municipal de Vizela, José Pedro Andrade. Ao eleitorado, principalmente ao mais jovem, apela que “vote” e que “vote, acima de tudo, em consciência"

Rádio Vizela

publicado por José Manuel Faria às 11:51

 

publicado por José Manuel Faria às 11:40

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13




comentários recentes
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO