19
Dez 18

O comissário europeu para os Assuntos Económicos disse, esta terça-feira, que a França não será sancionada se o défice público ultrapassar os 3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, mas pediu que o Governo “seja sério no futuro”.

Venham daí as luminárias dissertar sobre as virtudes de um número, 3%, escrito nas costas de um guardanapo, para tapar a boca dos opositores, e sobre o desígnio da austeridade saudável. E recorde-se a chantagem do défice, qual guilhotina pronta a cortar a credibilidade financeira, tão presente como arma de arremesso quando a geringonça se estava a constituir com alternativa ao governo daquele se sentou em Salazar.

Não é a primeira vez; regista-se mais esta iteração da história dos porcos que são mais animais do que os outros.

“Sério”, diz o farsola. Façam-se, depois, machetes sobre o inacreditável crescimento dos populistas.

Aventar

publicado por José Manuel Faria às 12:10

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
Ó Sérgio lá se foi a bica quente, vejam se o meu ...
Parece que as Termas de Vizela, também não pagaram...
É impressionante, o Presidente está em todo lado t...
Grande Sérgio Coelho, é na mouche, tens um admirad...
Candidatura - valor 1.843,085.57 Eur, Valor da obr...
Alguém com lucidez, que vai ao encontro de muitos ...
Hoje vão iniciar as obras na Praça e no Jardim, es...
Mais informa a CMV que a manter-se esta situação i...
Este Sérgio Coelho diz as coisas na mouche, muito ...
Retrato do Município de Vizela pela PORDATA 19 de...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO