21
Dez 18

publicado por José Manuel Faria às 22:13

 

publicado por José Manuel Faria às 12:27

Quero contar-vos algo muito sério. Não sei se aconteceu, se aconteceu a esquerda caiu na primeira casca de banana de Steve Banon, o líder da extrema direita, que pode ter chegado a Portugal.

Não estou preocupada agora com a força da extrema-direita em Portugal, são poucos, fortemente associados a actividades criminosas, sem propostas sofisticas para o país. Mas isto pode mudar, não a curto mas a médio prazo. E se sim, estamos em perigo, como país civilizado. Este bloqueio mobilizou pessoas comuns em defesa de proposta justas, inspirados na França - salário mínimo, descida de impostos. E foi desmobilizado pelos media que aderiram, junto com o Governo, à ideia de que esta era uma manifestação de extrema-direita. Ao insistentemente dizerem que era da extrema direita desmobilizavam o sector de esquerda que poderia participar massivamente. Mas ao falarem tanto da manifestação, os media e o Governo acabaram por a mobilizar.

Ora, esta pode ter sido - pode, não sabemos - uma táctica de contra informação de guerra: é na base desta contra-informação, adquirida no Vietnam, que trabalham a Cambridge Analitics e Steve Banon, o estratega que levou Trump e Bolssonaro ao poder. A ideia é a seguinte: pega-se num mal estar social real, mobilizador, diz-se que é de extrema-direita, a esquerda sai, e fica a direita extrema a dirigir. É curioso que, se não me falha a memória, o primeiro jornal em Portugal a dizer que o protesto era de extrema direita foi justamente o Correio da Manhã, o jornal mais à direita em Portugal. .

A minha opinião sobre isto, preocupada com a democracia, é que a esquerda e sectores democráticos devem encabeçar protestos justos, e não deixar esse espaço vazio para ser ocupado. Sair de um lugar é garantir que outros o ocupam porque a política tem "horror ao vazio".

O exemplo francês de como a extrema-direita foi derrotada é um bom exemplo. O protesto começou, os media informaram que era de extrema-direita, assim estiveram 3 semanas, mas o protesto aumentou, os sindicatos passado uns dias aderiram bem como os partidos de esquerda, e no fim Marie Le Pen saiu das manifestações dizendo que já não as apoiava...

Como tudo isto se baseia em premissas cujos factos na realidade se desconhecem, tal tese por agora pertence ao campo da especulação. As práticas de contra informação de guerra da CA e Steve Banon essas estão publicadas e baseiam-se de facto no Vietnam. Também não acho que foi isso que levou Trump ou Bolsonaro ao poder, há mais, mas ajudou.

Seja como for tantos aqui me perguntaram se eu não estava na minha página a dar espaço a uma manifestação de extrema-direita. Primeiro eu não acho que a minha página sirva para proselitismo, eu escrevo sobre a realidade, mesmo quando ela não é o que eu desejaria. Segundo, mantenho inalterada a minha posição inicial - sou a favor de populações que lutam por um sistema fiscal justo e salários decentes. E sou contra a extrema-direita, que na realidade não é sequer uma ideologia tout court como tantos pensam, mas uma associação criminosa.

 

publicado por José Manuel Faria às 12:01

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
Novo Rumo com Vitor T, Dinis e Joap poleri. A séri...
VIZELA CIDADE NATAL 2019 | Este ano o verdadeiro e...
Alargar o período experimental para 180 dias foi a...
"Homem pequeno, o Diabo o cagou'", adágio popular!
Dora Gaspar esteve tantos anos no desempenho de fu...
Mais uma vez a liderança da Coligação PSD/CDS-PP a...
Um aumento de despesas com pessoal de 1,7 milhões ...
Volta e meia lá surge uma notícia, plantada num do...
VHS as festas são feitas por ALGUNS funcionários d...
Caiu esse, e depois de Israel aos EUA passando pel...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO