30
Jan 19

Se alguém quer aprender a sério a realidade da política basta olhar para a série Barão Negro na RTP2. Está lá tudo: o caciquismo, o tráfico de influências, o desvio de dinheiros públicos, a manipulação, a compra de votos, a traição, a fuga à justiça e até o regresso à política depois da prisão. E especialmente a insistência em políticas erradas. Registo esta lição: “A política é como o jazz. Se te enganas numa nota deves insistir nela e todos pensarão que se trata de uma improvisação a seguir”. É assim que se explica o estado a que chegámos.

Barão

publicado por José Manuel Faria às 18:21

Para ganhá-los basta: - fazer RT/RT comentado disto - dizer-nos por mp qual é o nº desta edição da KINO - ser um dos cinco primeiros a agir. Schnell, schnell.

publicado por José Manuel Faria às 12:48

Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO