05
Set 19

Retirada imediata da ameaça de extinção

do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP)

A poucos dias do início da greve (7 de Setembro) dos motoristas de matérias perigosas – às horas
extraordinárias, fins-de-semana e feriados – o Ministério Público “instaurou uma acção declarativa de
Extinção de Associação Sindical” contra o Sindicato (SNMMP) que pré-anunciou a greve.
Esta ameaça de extinção é um ataque brutal à liberdade sindical, à autonomia e independência sindical,
uma conquista central do movimento operário e sindical.
É impossível não associar esta ameaça de extinção a um ataque ao pleno exercício do direito à greve.
Esta ameaça, a consumar-se, abriria o precedente para a devassa de organizações e associações e para a
destruição de todos os direitos laborais ‒ os pilares da democracia.
Tais intimidações, ameaças e golpes, a consumarem-se, atingiriam, num futuro imediato, todos os
sectores laborais.
Os signatários:
Aires Rodrigues (Deputado à Assembleia Constituinte 1975-76); Ana Paula Amaral (Professora e
dirigente associativa – Barreiro); Armindo Jorge Batalha (Recepcionista de hotel – Caldas da Rainha);
Carlos Melo (Dirigente sindical do SBI- 1975-77); Carlos Franco (Dirigente associativo – Mª Grande);
Carmelinda Pereira (Deputada à Assembleia Constituinte 1975-76); Daniel Gatoeiro (Operário
químico); Edite Carvalho (Círculo Discussão MS); Emanuel Rodrigues (Professor); Fernando Quadros
(Ex-dirigente sindical CGD); Gilberto Reis (Metalúrgico); Henrique Gomes da Costa (Membro do
Conselho Geral do SBSI); João Pedro Freire (Consultor energético – Porto); Joaquim Franco (Operário
metalúrgico); Joaquim Pagarete (Membro da Direcção do SPGL*); José Luz (Professor); José Manuel
Faria (Professor – Vizela, Braga); Laura Sá Ribeiro e Pedro Góis (Membros da Comissão de Iniciativa
Regional da Madeira para um Movimento em defesa das conquistas sociais de Abril); Maria João Gomes
(Deputada Ass. Municipal da Mª Grande); Maria João Vieira (Professora – Leiria); Maria Luísa Patrício
(Militante do PS*); Paula Santos (Membro da Direcção do SPGL*); Paulo Moreira (Trabalhador de
segurança privada – Paredes); Prudência Rodrigues (Professora); Teófilo Braga (Professor – Ilha de São
Miguel, Açores).

publicado por José Manuel Faria às 23:22

publicado por José Manuel Faria às 11:53

publicado por José Manuel Faria às 11:51

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
Aqui só posso estar do lado de Dinis Costa, dá 20 ...
ANÓNIMO A 8 DE JULHO DE 2020 ÀS 16:30Diga lá:É ou ...
ANÓNIMO A 8 DE JULHO DE 2020 ÀS 16:30Só com os trê...
Pior que ser cego, é ter olhos e não querer ver.Co...
Tem razão o Srº Presidente ao dizer que não precis...
ANÓNIMO A 7 DE JULHO DE 2020 ÀS 18:48Pode sempre p...
Vizela continua a dever muitos milhões.Quando Dini...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO