24
Dez 13

 

"O comunicado refere que foi à procura de “um consenso alargado que o Executivo PS convidou o vereador Miguel Lopes para um entendimento no que diz respeito às matérias mais importantes para o futuro do concelho, com inclusão no executivo municipal distribuindo-lhe alguns pelouros”.

 

No entanto, acrescenta a nota, os intervenientes foram “surpreendentemente, confrontados com uma situação anómala no que concerne á aceitação, por parte dos partidos que compõem a Coligação. Pior ainda foi o comunicado onde se lê a retirada da confiança politica ao vereador em causa”.

 

O Executivo Socialista e Miguel Lopes, dizem não se rever “em situações de dividir, mas sim para unir”, entendendo, “em conjunto e de pleno acordo, não dar sequencia ao projeto iniciado”, lê-se, acrescentando o comunicado que “o objetivo é reunir o máximo de consenso político á volta do maior partido, pós eleitoral, que é Vizela”.

Refere o Executivo do Partido Socialista, que “dará início a novas reuniões com os partidos da oposição, no início de janeiro, com vista ao maior entendimento possível para este mandato”."

 

rádio vizela

publicado por José Manuel Faria às 17:21

26 comentários:
Este recuo pode significar muita coisa.. Até alguma imaturidade da estratégia pensada pelo Dinis mas uma coisa é certa o interesse não era o tacho!!! Se fosse os homens nao recuavam..
Anónimo a 25 de Dezembro de 2013 às 20:27

ANONYMOUS

O interesse não era o tacho? Era então o quê?

Os dois queriam matar 2 coelhos de uma cajadada só.

Um pensava que ao contratar o inimigo teria a oposição sufocada nos próximos 4 anos e assim 2017 estava já no papo!
O outro, alia o útil ao agradável, com a salvaguarda de querer unir esforços pensando em Vizela, iria meter ao bolso ums 3 mil etal euros por mês, para ajudar a pagar as suas valentes dívidas.

Jogada de mestre diziam uns, vão ser 6 a 1, jogada primária digo eu.. é que o Miguel Lopes só interessava ao Dinis, se a Coligação estivesse com Miguel Lopes, como ficou provado que esta não está, até lhe retirou a Confiança Política, o Miguel Lopes assim, já não interessa ao Dinis Costa.
Miguel Lopes está a sentir na pele, aquilo que sempre fez aos outros, ou seja, É DESCARTÀVEL; USA E DEITA FORA;
CÁ SE FAZEM, CÁ SE PAGAM.. é a LEI da VIDA!!!

Anónimo a 26 de Dezembro de 2013 às 00:04

Nem mais!
Anónimo a 26 de Dezembro de 2013 às 16:01

Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Alargar o período experimental para 180 dias foi a...
"Homem pequeno, o Diabo o cagou'", adágio popular!
Dora Gaspar esteve tantos anos no desempenho de fu...
Mais uma vez a liderança da Coligação PSD/CDS-PP a...
Um aumento de despesas com pessoal de 1,7 milhões ...
Volta e meia lá surge uma notícia, plantada num do...
VHS as festas são feitas por ALGUNS funcionários d...
Caiu esse, e depois de Israel aos EUA passando pel...
Victor Hugo Salgado, presidente da CMV, explicou q...
ALEGADAMENTE o artigo de opinião de Luís Almeida d...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

12 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO