29
Abr 08

Ontem, no Falar Claro, Manuela Ferreira Leite desvalorizou as palavras de Jardim e, consequentemente, a ausência de reacção do PR. "Aquilo [a Madeira] é um ambiente específico com uma linguagem específica", disse. Exemplificou depois com a linguagem no Norte do país: "O que aqui [Lisboa] é um palavrão, lá não é." Concluindo: "É preciso dar um desconto.

in dn

A candidata do PSD, Manuela Ferreira Leite, compara as tontarias de Jardim à linguagem/pronuncia no Norte. A sra. está completamente enganda. Só aos inimpútáveis se dá desconto. A "credível", MFL procura as migalhas ( 15 mil votos), de jardim, até ela que se diz anti-populista.

publicado por José Manuel Faria às 12:28

comentário:
E aqueles senhores que chamavam fáscista e reaccionário a quem não concordava com eles, o que são ???
Democratas?
Ou os votos não são todos iguais?
o sátiro a 30 de Abril de 2008 às 00:34

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
Sinceramente não sei como as pessoas perdem tempo ...
Não detestes, atrás de mim virá, quem bom de mim f...
Das duas três: este Eugénio está armado em ser pro...
Caro senhor professorPode dizer-me que sigla é aqu...
À medida do defunto, como disse o outro.
Uma proposta à medido do jic
Agora são os chineses, antes eram os angolanos.. C
E o Sócrates atirou sobre a Câncio. O que ela prec...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO