27
Out 08

http://www.rtp.pt/web/fora_jogo/imagens/paulo_ficha.jpg

 

. «As pessoas podem pensar que não, mas o nosso trabalho é cansativo. No final dos jogos mais importantes, que são aqueles que nos provocam maior tensão e exigem, de nós, uma maior concentração, a pessoa fica muito fatigada. É necessária uma grande dose de concentração, de forma a dizermos aquilo que é necessário, não mais do que aquilo que as pessoas querem ouvir. O comentador não deve cansar os telespectadores»

 

Palavras de Paulo Catarro, 45 anos, comentador desportivo da RTP1.

 

Assistir a um jogo de futebol comentado por Catarro é um sacrifício ou então retira-se o volume do som.

Então se o Benfica estiver em campo o homem transforma-se numa águia falante. Ontem era ouvi-lo aos gritos histéricos a quando dos 2 golos do SLB. O golo da Naval foi 100 vezes mais silencioso.

Será que Catarro tem costela benfiquista ou é tudo uma questão de audiências?  Voto na primeira

publicado por José Manuel Faria às 10:36

8 comentários:
Enfim, o seu televisor está avariado, sou portista dos sete custados, odeio o Benfica, mas sei ver e ouvir futebol. Não me pareceu haver grande diferença. Por isso meu amigo aceite a minha sugestão, um otorrino .
Anónimo a 27 de Outubro de 2008 às 16:40

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
A GENTE, que está a frente do B.E. de Vizela, pelo...
que gentinha sem informação... o problema arrasta ...
mas a noticia interessa para alguma coisa?o que el...
Dizes bem Vitor Hugo, Vizela está diferente, mas t...
Nem por isso mantém-se o irresponsável da Educação...
O problema arrasta- se há 12 anos. Ouviste Alexand...
Se o problema se arrasta, nada melhor que o tornar...
Assunto discutido a nível nacional.
Bom dia ,A sério?!!
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO