31
Out 08

http://linguasdagata.blogs.sapo.pt/arquivo/image0011.jpg

Numa clara demonstração do seu carácter irreverente, veja se a resposta de Natália Correia ao deputado João Morgado (CDS), em 1982 no Assembleia da República,
no sequência de um "eloquente" discurso daquele: «A igreja Católica proíbe o aborto porque entende que o acto sexual é para se ver o nascimento de um filho». Ao que
Natália Correia, ao tempo deputada do PSD, ripostou:



Já que o coito diz Morgado


tem como fim cristalino,


preciso e imaculado


fazer menino ou menina


e cada vez que o varão


sexual petisco manduca,


temos na procriação


prova de que houve truca truca,


sendo só pai de um rebento,


lógica é a conclusão


de que o viril instrumento


só usou parca ração! uma vez.


E se a função faz o órgão diz o ditado


consumado essa excepção,


ficou capado o Morgado.

publicado por José Manuel Faria às 11:11

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO