30
Mar 09

  

 

Silva Lopes tem defendido a necessidade de uma descida dos salários, como instrumento de combate à crise. Como se sabe, a grande maioria dos portugueses recebe dos mais baixos salários da Europa e existem muitos trabalhadores assalariados a viver muito próximo do limiar da pobreza. Contudo, o ilustre economista considera que ainda não atingimos os mínimos olímpicos. Colegas seus, no entanto, pensam que a baixa salarial provocaria uma descida da procura que se traduziria num processo de deflação que acabaria por atingir as próprias empresas. E parece-me que têm razão. Significa isto que ignoro a importância do montante da dívida pública? Que não sei que Portugal gasta mais do que produz? Evidentemente que estou consciente da necessidade de trabalhar para aumentar a produtividade das nossas empresas, o que passa pela qualificação da mão-de-obra e por gestores sérios e competentes. O que não é de todo tolerável é exigir mais sacrifícios a quem já vive com tantas dificuldades e fechar os olhos quando os muito ricos fogem ao fisco e exportam capitais incalculáveis para off-shores, é ignorar os ordenados principescos dos gestores e administradores da banca e das grandes empresas, pagar pensões exorbitantes, partir dos 50 anos a quem exerceu durante meia-dúzia de anos determinadas funções públicas ou persistir na decisão de empreender grandes projectos de investimento público, que obrigarão o Estado a contrair pesadas dívidas para financiar despesas avultadíssimas de retorno mais do que duvidoso.

António Cruz Mendes

publicado por José Manuel Faria às 22:54

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
Parece que não agradou o comentário...
Ufa...Ufa... professorEstava ficar desesperadoNão ...
Quem me dera ser funcionário público!
Coitados dos funcionários públicos (em geral) foss...
O que faz na foto , o dirigente do partido da dire...
o executivo deve mandar ás malvas os P.SS.Estão pr...
Está bem, não foi a Câmara, mas foi a Junta, que v...
Cá para mim, esta foi uma manobra de diversão para...
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO