08
Abr 09

 

Carlos Lopes, Rosa Mota, Fernanda Ribeiro e Nélson Évora, os quatro campeões olímpicos portugueses, foram escolhidos pelo Ministério da Economia e Inovação para promoverem a imagem das Pequenas e Médias empresas (PME) assim como do Turismo de Portugal.

 

A publicidade às PMEs e Turismo português deveria ser realizada e produzida pelas associações patronais a que pertencem.

 

1 – Há uma discriminação em relação a outros sectores económicos;

 

2 – A melhor publicidade institucional é dada pelos bens produzidos (qualidade);

 

3 – Colocar desportistas de primeira e raros, e tentar comparar os seus feitos a estas actividades económicas, trata-se de publicidade enganosa;

 

4 – Estamos em recessão económica, mas não pode valer tudo;

 

5 – Não se percebe a presença do Pinho, destoa completamente a foto dos campeões;

 

6 – O Ministro Pinho não é Campeão de nada;

 

7 – Uma foto bem a propósito em ano eleitoral;

 

8 – O governo quer fazer dos portugueses parvos;

 

9 – A publicidade poderia ter sido feita só com os atletas.

 

publicado por José Manuel Faria às 10:39

comentário:
O ministro Pinho não é campeão de nada? Que injusto, Zé Manel! Pinho é o recordista do disparate.
Miguel Pinto a 8 de Abril de 2009 às 11:23

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Parece que não agradou o comentário...
Ufa...Ufa... professorEstava ficar desesperadoNão ...
Quem me dera ser funcionário público!
Coitados dos funcionários públicos (em geral) foss...
O que faz na foto , o dirigente do partido da dire...
o executivo deve mandar ás malvas os P.SS.Estão pr...
Está bem, não foi a Câmara, mas foi a Junta, que v...
Cá para mim, esta foi uma manobra de diversão para...
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO