09
Abr 09

 

Nuno Melo lembrou uma posição do PCP, há sete anos, em que os comunistas se propunham "combater a perversão dos serviços de segurança e informação da República" e deixou a pergunta: "Posso confiar que os deputados do PCP e do Bloco não divulgariam um qualquer documento ou informação se vissem vantagem política?"

O próprio deu a resposta durante o debate dos projectos de lei sobre segredo de Estado: "Sinceramente, acho que não."

Na resposta, o deputado comunista António Filipe pediu a defesa da honra, afirmando que as palavras de Melo eram ofensivas "e um insulto miserável" à bancada.

António Filipe ainda sugeriu que Nuno Melo pedisse desculpas, mas o deputado democrata-cristão não o fez.

Da bancada do Bloco de Esquerda levantou-se o deputado Fernando Rosas para qualificar de "insulto torpe" as palavras de Nuno Melo, afirmando a sua solidariedade com a bancada do PCP.

Fernando Rosas afirmou que a bancada do CDS-PP "não tinha idoneidade alguma" para falar sobre o segredo de Estado dado que Paulo Portas, o presidente dos democratas-cristãos, ao deixar de ser ministro da Defesa, "fotocopiou 61.893 documentos do Estado, muitos deles classificados".

Nuno Melo não respondeu directamente a esta acusação, acusando, porém, comunistas e bloquistas de "misturarem alhos com bugalhos".

 

in http://tv1.rtp.pt/noticias/?article=58242&visual=3&layout=10

 

O Deputado do CDS há 7 anos desconfiava da idoneidade e do patriotismo de 900 mil portugueses que votam no PCP e no BE ou BÉ ou extrema-esquerda como gosta de chamar à Esquerda Portuguesa. Este Senhor pensa do mesmo modo hoje!


A histeria da direita pela perda do deputado com a sua eleição para Bruxelas mostra como triste é o anti-comunismo primário em Portugal "A injecção atrás da orelha!"

publicado por José Manuel Faria às 00:23

3 comentários:
o fidalgote de Joane já nos habituou a estas tiradas! é este mesmo que á uns anos atrás numa entrevista dizia que quando era jovem nem gostava muito de politica, e que só entrou na politica activa para garantir que os comunistas não chegavam ao poder! e nesta sua cruzada contra o demo vale tudo! é uma vergonha. como é possível que 35 anos após o 25 de Abril ainda haja espaço para estes fidalgotes na politica portuguesa?
Anónimo a 9 de Abril de 2009 às 11:35

como customa dizer um amigo meu, e passo a citar:
"quando oiço estes tipos, só me vem á memoria um pau de marmeleiro" :-)
Anónimo a 9 de Abril de 2009 às 11:37

O Fidalgote de Joane é o deputado que mais tem trabalhado em prole do distrito de Braga.
É graças a ele e ao CDS-PP que muitas das benesses que AGORA o governo teve o bom senso de ceder , a titulo de exemplo, o Reembolso do IRS e do IVA , cujo pagamento vai ser efectuado mais cedo.
Eu gostaria muito que fosse o Governo a pensar no povo, porque foi eleito para tal e não ter de ser sempre o CDS-PP a lembrar-lhe as questões fulcrias que afligem e empobrecem os portugueses e as empresas portuguesas.
Aos comentariastas acima, e ao JMF, além de lhes desejar uma Boa Páscoa, desejo-lhes BOM SENSO, para tirarem as vendas dos olhos e assim alargarem a visão, e deixarem-se de falaciosidades!
Anónimo a 11 de Abril de 2009 às 00:53

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Parece que não agradou o comentário...
Ufa...Ufa... professorEstava ficar desesperadoNão ...
Quem me dera ser funcionário público!
Coitados dos funcionários públicos (em geral) foss...
O que faz na foto , o dirigente do partido da dire...
o executivo deve mandar ás malvas os P.SS.Estão pr...
Está bem, não foi a Câmara, mas foi a Junta, que v...
Cá para mim, esta foi uma manobra de diversão para...
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO