22
Abr 09

 O PCP propõe: Guilherme da Fonseca para Provedor de Justiça 


É um erro a apresentação de vários nomes a Provedor de Justiça. O PCP e o BE deveriam ter feito  um acordo à volta de Jorge Miranda um homem sério e com enormes qualidades.

 

Provedor: PSD exclui apoio a Jorge Miranda e considera Guilherme da Fonseca "altamente credível"

 

PSD com o PCP?

publicado por José Manuel Faria às 17:13

9 comentários:
Caro Faria
Acha que o PCP é um partido sem memória? Sabe bem você que o Dr Jorge Miranda apoiou ( sabemos todos o peso deste contitucionalista) a nova Lei dos Partidos no tempo do Dr. Jorge Sampaio precisamente para criar dificuldades ao PCP. E depois um acordo com o BE porquê? Acha o PCP um partido de estúpidos? Você é mais uma folha seca que se juntou ao Bloco em nome da renovação do PCP. Já agora os seus camaradas renovadores( lembra-se ?) queriam uma cedencia ao PS. E agora o que dirão deste PS? Afinal quem tinha razão? A direcção do PCP na altura ou os ditos renovadores?
joaquim machado a 22 de Abril de 2009 às 23:04

http :/ www.pcp.pt /index.php?option=com_content&task=view&id=33685&Itemid=803

Caro amigo, agora percebemos o interesse neste Juíz. Eu soube, depois de uma simples pesquisa na net.

Então o Jorge Miranda é mau por causa da lei dos partidos!

Eu pensava que o Provedor serviria para apoiar os cidadãos portugueses, e não a pensar no voto secreto para a eleição do Comité Central de lista única.

Bora lá, o homem é anti-comunista!!!

Eu apoiava a discussão de uma lista de esquerda em Lisboa, caso tudo estivesse em aberto: programa, candidatos a vereadores e presidente de Câmara. Não estou com a direcção da Renovação Comunista,sim porque nem todos da RC estão com o Paulo Fidalgo e Cipriano Justo.
Se o BE apresentar o seu Provedor também erra.

No BE há pensamentos públicos diferentes;
Na RC há pensamentos públicos diferentes;
No PS há pensamentos públicos diferentes;
No PCP há pensamentos públicos diferentes somente para José Saramago e Urbano Tavares Rodrigues.

Depois há as folhas secas! Ainda se usa essa expressão ( 89/91) !
José Manuel Faria a 22 de Abril de 2009 às 23:30

QUAL SERÁ A QUESTÃO?

O BE VAI APOIAR O JORGE MIRANDA PORQUE LHE RECONHECE MÉRITO , OU PORQUE PRECISA DE PAGAR O FRETE E VISIBILIDADE QUE O PS LHE DEU AO APROVAR A LEI DO LEVANTAMENTO DO SIGILO BANCÁRIO APROVADA ESTES DIAS!? QUE TEM ALCANCE E MÉRITO DUVIDOSO... SERÁ ESTE O PREÇO DA APROVAÇÃO DESSA LEI, FOI ESSE O PREÇO ACORDADO!!??

O ZÉ MANEL SABE BEM, OU JÁ DEVIA SABER QUE A LEI DOS PARTIDOS É MUITO MAIS DO QUE A VOTAÇÃO SECRETA PARA O COMITÉ CENTRAL, E TRAZ ATRELADA A SI A LEI DE FINANCIAMENTO DOS PARTIDOS POLÍTICOS !! NÃO SE ESQUECA!
MAS MESMO QUE SÓ FOSSE ISSO DAS VOTAÇÕES DE BRAÇO NO AR, VOLTO A PERGUNTAR:
QUAL É O VOSSO PROBLEMA?
NINGUEM VOS OBRIGA A ADOPTAR ESSE MÉTODO DE VOTAÇÃO, PORQUE É QUE SE JULGAM NO DIREITO DE OBRIGAR OS OUTROS A ADOPTAREM OS VOSSOS METODOS?

E JÁ AGORA A QUEM SERVE TER PARTIDOS TODOS IGUAIS? QUAL A UTILIDADE DISSO?
Anónimo a 23 de Abril de 2009 às 12:59

esta novela é culpa, não exclusiva , mas maioritariamente do PS, o PS pode apresentar candidatos sem falar com ninguém , e os outros partidos têm que abanar com as orelhas...
tenha paciência ó zé manel!
se o BE entende que deve apoiar o Jorge Miranda por convicção ou interesse, a mim pouco me importa, é uma decisão vossa, mas não se julgue no direito de estar sempre a dizer aos outros o que devem fazer!
o Jorge Miranda pode, e é seguramente uma figura respeitável , mas não é o único com toda a certeza.
chega de palhaçada , o PS se fossem sérios , tinham primeiro proposto esse nome aos outros partidos para buscar o consenso, e só depois o anunciava, e não aquilo que fez!
Anónimo a 23 de Abril de 2009 às 14:05

O bloco Vienneta

Miguel Esteves Cardoso no Publico de 2009-04-22

É um dó ver o Bloco de Esquerda a derivar para a direita. Qualquer dia concordo completamente com ele. Juro que já não me espantaria ler que se tinham tornado monárquicos.É um dó ver o Bloco de Esquerda a derivar para a direita. Qualquer dia concordo completamente com ele. Juro que já não me espantaria ler que se tinham tornado monárquicos.
Nada me daria mais prazer, claro. (Welcome aboard, old fruits!) O pior seria a gentalha que ocuparia a vaga deixada por eles: é que nunca se sabe. Mais vale os gajos porreiros do BE que conhecemos do que marxistas sanguinários que vão enforcar os nossos avós.
O cabeçalho de ontem do PÚBLICO arranca-nos do chão e atira-nos para um universo paralelo mas torto: “Proposta do BE aprovada pelo PS vai beneficiar empresas.” É que a proposta de lei sobre sigilo bancário do BE permite, sem dizer água-vai, vasculhar as contas dos indivíduos (nós), mas reforça o recato das contas das empresas (aqueles gajos).
O que é desconcertante não é a devassa do sigilo bancário - se eles pudessem, transformavam todas as nossas contas em blogues que pudessem consultar quando quisessem -, mas a distinção entre indivíduos e empresas.
Será porque, na inocência deles, querem proteger as empresas porque elas são entidades “colectivas” e têm “trabalhadores”, que são coisas boas? Ao passo que um indivíduo é, por natureza, egoísta e açambarcador, podendo proteger-se sozinho sem ajuda da lei?
Ai, a confusão que anda por aquelas cabecinhas zonzas. Mas qual é a parte da crítica marxista do capitalismo que o Bloco de Esquerda já não percebe? Ó sorte, que estou a ver que tenho de me inscrever no BE.


Anónimo a 23 de Abril de 2009 às 15:08

O Bloco avança com o nome de Mário Brochado Coelho para provedor de Justiça.

Uma óptima escolha.
a.pacheco a 23 de Abril de 2009 às 15:44

" No BE há pensamentos públicos diferentes ": Não se está a referir a Jose Sá Fernandes, pois não ? Foi SANEADO pura e simplesmente. E a Joana Amaral Dias não foi afastada por apoiar Mário Soares? Está a querer enganar quem? E já agora, porque é que o PCP é um partido tão antidemocrático porque é que o senhor andou lá tantos anos? O senhor é um ressabiado. Olhe, estou no PCP há desde os meus 18 anos ( tenho 45 anos) e não me tenho sentido mal. Mesmo de braço no ar sinto que há democracia. Já defendi posições no PCP em minoria e não me senti mal. Qual o problema?
joaquim machado a 23 de Abril de 2009 às 18:22

Que confusão Joaquim!

Sá Fernandes não era do BE.

A Joana não foi convidada por nenhuma lista candidata à Mesa Nacional em 2009. A razão pública foi de pouco empenho no partido. Poderia ter apresentado uma moção alternativa e caso fosse a nº1 seria eleita, certamente.

As eleições presidenciais foram em 2006. A Joana foi eleita em 2007 para a Mesa veja lá!


José Manuel Faria a 23 de Abril de 2009 às 18:37

Luisa Mesquita, Manuel Coelho de Sines, o Presidente da Câmara da Marinha Grande, esses sim foram saneados, é assim que o PCP trata as divergências, e a leitura das declarações do Presidente da Câmara de Sines são elucidativas dos métodos, e dos tachos que se arranjam no PCP.

José Sá Fernandes, pessoa por quem nutro respeito, dedicou anos da sua vida a causas da sua cidade , Lisboa.

Foi isso que levou o BE a apoia-lo por duas vezes, apesar de independente, e também por isso José Sá Fernandes teve sempre total autonomia.

Só que neste segundo mandato ao assumir funções de vereador dos espaços verdes, e posteriormente de outros sectores, Sá Fernandes, esqueceu-se que uma das forças que o apoiava era o BE , e que havia um programa que tinha sido sufragado pelo eleitorado.

Ao tomar posições e defender medidas que iam contra esse programa, o BE entendeu que politicamente não poderia continuar a dar-lhe o seu apoio.

Houve uma votação democratica na concelhia de Lisboa, e maioritariamente decidiram que Sá Fernandes com as posições que estava assumir, não podia continuar a ter a confiança do BE .

Como independente continuou como vereador e bem, mas não houve nenhum saneamento, pois ele nunca foi militante do BE ,

Joana Amaral Dias apoiou Mário Soares, apesar de ser uma dirigente de topo do Bloco e o partido ter a sua candidatura que era Louçã, no entanto na convenção a seguir ás eleições , Joana Amaral Dias CONTINUOU A FAZER PARTE DA DIRECÇÃO.

Na recente convenção alguns militantes entraram para os orgãos dirigentes, e outros sairam , não foi só Joana Amaral Dias que deixou de fazer parte da direcção.

Mas a melhor prova que Joana Amaral Dias é do BE , é ler o Blogue Bichos Carpinteiros, ou ler as suas palavras a seguir á ultima convenção.

O Bloco continua a ser a minha casa, é neste projecto que eu me revejo, e não estou no Bloco pelos cargos.

Como há total liberdade de critica, e ninguem é saneado por divergir, é de todo ridiculo comparar o BE com o PCP, onde não existe qualquer liberdade de opinião e onde qualquer divergência tem como resultado a EXPULSÃO
a.pacheco a 23 de Abril de 2009 às 19:18

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Parece que não agradou o comentário...
Ufa...Ufa... professorEstava ficar desesperadoNão ...
Quem me dera ser funcionário público!
Coitados dos funcionários públicos (em geral) foss...
O que faz na foto , o dirigente do partido da dire...
o executivo deve mandar ás malvas os P.SS.Estão pr...
Está bem, não foi a Câmara, mas foi a Junta, que v...
Cá para mim, esta foi uma manobra de diversão para...
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO