23
Abr 09

 No nosso país, a partir dos 16 anos é possível trabalhar e ser responsabilizado pelos actos cometidos. Ora, o grau de responsabilização que a sociedade dá a um jovem de 16 anos é incompatível com este paternalismo que exige que esse mesmo jovem tenha de estudar
 

Do PS ao PCP e passando pelo BE, isto é quase toda ou mesmo toda a Esquerda apoia sem condições o Ensino Obrigatório de 12 anos. O argumento principal é que um Jovem fica com maiores qualificações para enfrentar o mundo do trabalho caso tenha mais 3 anos de escolaridade. Em tese faz sentido e na prática pode acontecer: A existência dos cursos profissionais e tecnológicos são um exemplo. Nos outros já não tenho tanta certeza, aumenta obviamente a cultura geral, e o conhecimento científico/filosófico.

 

O que me incomoda é esta coisa da obrigatoriedade, assino por baixo o post acima no Corta-fitas e outros no http://eleicoes2009.info/. A juventude com 16 ou mais anos deve optar em liberdade da importância de continuar ou não os estudos secundários, falando entre si, com os professores e principalmente com os pais e ou encarregados de educação. Esta malta não deve frequentar a Escola só porque o Pai Estado assim o definiu. Até parece que se está a passar um atestado de menoridade intelectual a jovens entre os 16 e os 18 anos.

 

A responsabilidade individual de quem tem 16 anos é um assunto sério demais para que alguém decida por eles.

 

Eu defendo o voto aos 16. 

 Vai mas é estudar malandro!

publicado por José Manuel Faria às 10:59

comentário:
Belo post!
Nem mais: Tens 16 anos? "Vai mas é estudar, malandro!"
Rosa Goncalves a 24 de Abril de 2009 às 16:44

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Parece que não agradou o comentário...
Ufa...Ufa... professorEstava ficar desesperadoNão ...
Quem me dera ser funcionário público!
Coitados dos funcionários públicos (em geral) foss...
O que faz na foto , o dirigente do partido da dire...
o executivo deve mandar ás malvas os P.SS.Estão pr...
Está bem, não foi a Câmara, mas foi a Junta, que v...
Cá para mim, esta foi uma manobra de diversão para...
E o irónico não é ficarmos com mais uma prova de q...
No jornal de Vizela pode ler-se a opinião de Fátim...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO