30
Abr 09

Mapa_de_Regioes_Portugal.jpg regioes_Portugal_mapa image by ideias

 Os membros do Conselho Regional do Norte defendem a instituição das regiões administrativas na próxima legislatura.

 

A Descoberta da Pólvora!

 

 

Em 1995 António Guterres ganhou as eleições legislativas e um dos pontos altos das

 

 

 

suas promessas eleitorais foi mais uma vez o tema da Regionalização, afirmando que esta se concretizaria para todo

 

 

 

o país até às eleições autárquicas de 1997. Bonitas palavras! Só que bonitas palavras leva-as o vento! O governo PS

 

 

 

aceitou a proposta do PSD, agora na oposição, de referendar a Regionalização.

 

 


A institucionalização concreta das Regiões está na Constituição de 1976. O  Centrão  sempre foi favorável na Oposição e contra no Governo. Depois o indeciso Guterres engoliu a proposta de Marcelo, obrigando – o a aceitar o referendo, e assim, sem Regionalização continuaremos durante longos anos.

Os 86 presidentes de câmara da Região Norte - representando o PSD, o PS e CDS-PP - querem que os directórios partidários se comprometam com o avanço do processo de regionalização durante a próxima legislatura. Ontem, assinaram um pacto no Porto

 

 

in http://jornal.publico.clix.pt/

 

publicado por José Manuel Faria às 10:38

comentário:
Por acaso, sou contra!
Deolinda a 30 de Abril de 2009 às 14:29

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
B...quê?não são mais de 17 gajos, com desejos de p...
As falhas parece que estão noutro campo, caro amig...
Outra vez zé manelTudo que seja contra (este) pres...
Na casa do povo era povo ou cenário? só vi lá uma ...
A GENTE, que está a frente do B.E. de Vizela, pelo...
que gentinha sem informação... o problema arrasta ...
mas a noticia interessa para alguma coisa?o que el...
Dizes bem Vitor Hugo, Vizela está diferente, mas t...
Nem por isso mantém-se o irresponsável da Educação...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO