07
Mai 09

 

A  Entrevista à CDU:

 

 RVJ – Já afirmou que é sua intenção continuar a debater, na AMV, os problemas da população. Contudo, enquanto deputado, tem-se remetido já há algum tempo ao silêncio. Porquê, perguntará o eleitorado?

AM – Qualquer ideia que apareça na AMV para contrapor as questões que estão em discussão é, única e simplesmente, colocada para o lado.

 

AV – Isso chama-se arrogância política e prepotência.

AM – As ideias [da oposição] são rejeitadas ou alvo de risota.

 

RVJ – É por isso que não tem feito uso do tempo que na AMV lhe está destinado?

AM – Obviamente. Não me quero sentir como um “anfitrião de teatro”. Para ser alvo de risota, é melhor remeter-me ao silêncio, porque se calhar no silêncio, acabo por dizer mais.

publicado por José Manuel Faria às 11:35

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






comentários recentes
Sondagens não são votos.
Pergunte ao Dinis Costa e à Dora Gaspar!!!
Alguma vez o VHS foi secretário de Estado?????Te v...
FF – Não falamos muito, mas quando ele precisa de ...
Mesmo saco não sei, iguais é sem tirar nem pôr, po...
AÇÃO SOCIAL I A Câmara Municipal de Vizela promove...
Miopia??. Ponha uns"óculos" de cabedal que assim n...
Realmente existe gente que comenta por comentar, o...
O problema é que o PSD+ CDS nas próximas vão ficar...
Tem toda a razão. É uma "tacheira"Até se posiciono...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO