29
Jul 09

Eram conhecidas as práticas sexuais pedófilas de embaixador Jorge de Britto, e nunca o fizeram parar, nem na cadeia, nem na profissão. Os governos sabiam, e deslocavam-no para outros “paraísos”, os colegas sabiam e olhavam para o lado, com um bom advogado, vê-se o caso Casa Pia. Neste caso, “No caso do processo judicial, que culminou com a condenação de Ana em dois anos e meio de prisão, suspensos por igual período, o tribunal provou que, durante as férias da Páscoa, em 2007, a professora apalpou e acariciou uma então aluna, na sua casa de férias da Póvoa de Varzim. O Colectivo de Juízes considerou que este único episódio limitou a liberdade sexual da menor e censurou o comportamento da professora.”, a  docente é demitida das suas funções. Dois pesos e duas medidas. Não esquecer que o acto ocorreu fora da escola. Segundo a DREN, a professora será para toda a vida uma predadora sexual, caso a docente tenha uma turma de meninas, a "louca" atira-se logo! Por vezes exagera-se para se criar um bode expiatório. Quantos milhares não estariam fora da Administração pública, se houvesse este zelo, "pedofilia, assédio sexual, troca de posto por sexo, emprego por sexo..."

publicado por José Manuel Faria às 10:26

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
António Costa protagoniza arruada este domingo em ...
e o carvalhinho tambem entra nas contas? Sempre no...
Um livro, critérios diferentes:O livro das bandas ...
Quem é esta Irene Costa?É Socialista? militante? h...
"Não deixei de ser quem fui, não vou alterar em na...
Comissão Administrativa da Concelhia do Partido So...
Os PS (grandes) só se lembram dos militantes para ...
Olha os socialistas interesseiros, quando dava jei...
Um milhão de euros!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
Convém informar quais os funcionários que passam/r...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO